| Futebol

Prestigiado, Muricy tenta quebrar escrita de demissões do Flamengo no Brasileiro

flameng - Prestigiado, Muricy tenta quebrar escrita de demissões do Flamengo no Brasileiro

Tetracampeão Brasileiro como treinador, Muricy Ramalho tem um currículo invejável. O bom retrospecto pode ajudá-lo a superar um “fantasma” que vem assombrando os comandantes do Rubro-Negro na disputa da principal competição nacional do país. Nas últimas três edições do Brasileirão, sob a gestão de Bandeira de Mello, nenhum técnico conseguiu disputar o torneio do início ao fim.

Muricy tem prestígio com a diretoria e carta branca no Flamengo. Ele tem contrato com o clube até o fim de 2017 e chegou com a garantia de um trabalho de médio a longo prazo. A prioridade do Rubro-Negro neste ano é o Brasileiro e não há qualquer indício de que ele poderia sair precocemente.

O histórico de outros treinadores assusta. Em 2013, Jorginho, hoje no Vasco, comandava o Flamengo no começo do campeonato. Porém, ele foi demitido com apenas quatro jogos. Jayme de Almeida assumiu interinamente, mas depois foi substituído por Mano Menezes. O renomado técnico chegou ao Rubro-Negro cercado de grande expectativa, mas deixou o clube somente três meses depois, ao pedir demissão. Coube, então, a Jayme comandar o time até o fim do Brasileiro.

O treinador iniciou a campanha na mesma competição, em 2014, mas, após oito meses à frente do Flamengo, não resistiu e foi demitido na quarta rodada. Ney Franco foi o escolhido para assumir o time. O treinador ficou apenas sete jogos no comando e também perdeu o emprego, após três empates e quatro derrotas. Vanderlei Luxemburgo foi chamado para apagar o incêndio na ocasião.

O experiente treinador ficou no Flamengo até a terceira rodada do Brasileiro do ano passado, quando também caiu. A diretoria contratou Cristóvão Borges, mas ele não conseguiu agradar à torcida. Pressionado, o técnico também foi demitido ainda durante a competição nacional, após derrota para o Vasco. Ele foi substituído por Oswaldo de Oliveira, que chegou a ter bons momentos, mas também não terminou o torneio. Sempre à disposição do clube, Jayme retornou interinamente e comandou o time nas duas últimas partidas.

O último técnico do Flamengo a comandar o time do início ao fim do Brasileiro foi Luxemburgo, em 2011. 

Fonte: http://www.lance.com.br/flamengo/fim-escrita-nos-ultimos-tres-anos-tecnico-fla-nao-conseguiu-chegar-fim-brasileiro.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

1 Comentário

André MacêdoHá 6 meses

Muricy vamos quebrar essa escrita!

Carregar mais