| Futebol

Procuradoria do STJD deve denunciar Fla e Inter por violência a André Santos

Tribunal reúne provas da agressão sofrida pelo lateral do lado de fora do Beira-Rio

protesto torcida Flamengo Beira-Rio (Foto: Cahê Mota )Torcida do Flamengo protestou do lado de fora do Beira-Rio após agredir André Santos (Foto: Cahê Mota)

A Procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) está em fase final do processo de recolhimento de provas e deve denunciar Flamengo e Internacional pelo caso de violência com André Santos no último domingo, do lado de fora do Beira-Rio, em Porto Alegre. A tendência é de que a acusação seja formalizada no máximo até segunda-feira.

André Santos foi agredido por torcedores no caminho entre o vestiário e uma van que o levaria ao aeroporto de Porto Alegre. O jogador deixou o local acompanhado de um segurança e antes dos demais jogadores. Foi cercado e levou socos e chutes antes de conseguir entrar no veículo. O incidente não aconteceu em campo, mas o atleta ainda estava nas dependências do estádio Beira-Rio, o que faz com que possa estar sujeito à aplicação do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD).

Entre os artigos que abordam o tema está o 213, por deixarem de tomar providências capazes de prevenir e reprimir desordens na praça de desporto. Este foi o artigo, por exemplo, que levou à perda de mandos de campo de Vasco e Atlético-PR após os incidentes do fim do ano passado, em Joinville. O artigo 211 fala em "deixar de manter o local indicado para a realização da partida com infraestrutura necessária a assegurar a plena garantia e segurança para a sua realização"; e o 191 fala em "deixar de cumprir ou dificultar o cumprimento de medidas para garantir a segurança dos torcedores antes, durante e após a realização da partida". Ambos rendem penas de multa.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.