Professora diz que Vinicius Jr. ofendia professores na escola e torcedores do Fla rebatem: ‘Falta de profissionalismo’

Professora diz que Vinicius Jr. ofendia professores na escola e torcedores do Fla rebatem: ‘Falta de profissionalismo’

O jovem atacante Vinicius Júnior, do Flamengo, continua dando o que falar nas redes sociais. O jogador, que foi expulso no clássico contra o Botafogo, no sábado, e ao sair de campo sofreu uma ofensa racial por parte de uma torcedora alvinegra, é acusado por uma professora de ofender outros professores na época em que estudava em uma escola municipal de Vargem Grande.

“Será que o Vinicius Jr. se lembra que foi negligente como aluno e ofendeu professores numa escola municipal em Vargem Grande? Lá, ele achava que podia ser arrogante!”, escreveu a professora, identificada como Fátima Veiga, no Twitter.

E Fátima, que é professora de História, não parou por aí.

“Acabei de ser chamada de hipócrita e ser acusada de escrever o que não escrevi. É aquilo, o cara é craque do futebol, então ele tinha respaldo para ofender os professores da escola por onde passou. A roda da vida gira”, acrescentou.

Os torcedores do Flamengo, é claro, não gostaram das afirmações e discutiram com a professora. Alguns a acusaram de falta de profissionalismo por expor o comportamento do menino. O funkeiro Buchecha afirmou que conversaria com Vinicius sobre o assunto.

“Vou conversar com ele sobre isso, não tem esse perfil de rebeldia... Estou surpreso até”, afirmou.

Sem Vinicius, que está suspenso, o Flamengo volta a campo nesta quarta-feira, em Volta Redonda, contra o Boavista.