Segundo informações do ​UOL, Sheik espera ouvir uma proposta para permanecer na Gávea até o final da semana. Em conversas com o Rodrigo Caetano durante a temporada, o camisa 11 ouviu que existe sim interesse em seu futebol para o ano que vem. Todavia, o fato é que a permanência do jogador também depende da atuação do Fla no mercado.

A prioridade da cúpula rubro-negra é contratar um atacante que atue pelos lados do campo, exatamente a função exercida por Sheik. Vitinho, Willian e Marinho são alguns dos atletas na mira. Há também a concorrência interna de Fernandinho e Marcelo Cirino, mas que por enquanto também não tem permanência assegurada para 2017.

Tudo também dependerá da disposição de Emerson para negociar. Por mais que considere a experiência do jogador importante para a disputa da Copa Libertadores, a diretoria não pretende investir em um atleta de 38 anos. A ideia seria renovar o contrato com os mesmos valores atuais, ou até mesmo firmar um vínculo por produtividade - e ainda não há confirmação sobre se Sheik aceitaria um novo contrato nestes termos.

​​