| Futebol

Que vaidade é essa?

flameng - Que vaidade é essa?

Dando uma pausa na euforia que cresce a cada rodada com esse cheirinho de hepta impressionante, uma das declarações de Paolo Guerrero não ficou bem explicada.

Diz o Peruano que um dos motivos para a boa fase rubro-negra é que o time entendeu que não pode ter vaidade. Vaidade? Como assim? Quem estava atrapalhando com essa vaidade? Seria interessante se o centroavante respondesse essas questões.

Tenho que dar o braço à torcer, Paolo Guerrero vem jogando muito bem, está até marcando gols, e sendo decisivo como se esperava dele. Se continuar assim, irá brevemente valer o que ganha, e poderá ter muito sucesso com a camisa do Flamengo.

Se o ídolo do Peru só começou a jogar bem após a Copa América, será que a tal vaidade dita era dele próprio? Acredito nisso, afinal, o cara chegou com banca de ídolo, e talvez só agora caiu na real, e entendeu como que a banda toca por aqui.

Outra possibilidade é Emerson Sheik. Sacado do time, e carta fora do baralho do comandante Zé Ricardo, todos já conhecem a fama de estrelinha do fanfarrão camisa 11, depois que o atacante saiu do time as coisas começaram a melhorar.

Acho no mínimo estranho, se realmente esse for o caso, já que o Paolo Guerrero rasgou elogios ao Sheik em sua chegada ao Flamengo, no ano passado. Companheiros desde a época de Corinthians, seria essa uma indireta?

Enfim, até o peruano colocar todos os pingos nos ‘is’, coisa que não deve fazer, essa história ficará sem resposta. Paolo Guerrero deveria tomar mais cuidado com o que fala publicamente, a fase é boa, e o ambiente está maravilhoso, não tem motivo para criar problemas.

Não vi o Guerrero dar entrevistas no momento turbulento que o Flamengo enfrentava no primeiro semestre, ele se escondeu, e oportunamente só apareceu agora, que a maré está boa. Por mim poderia continuar calado, e focar em recuperar o tempo, e o dinheiro perdido.

Mais tarde o Flamengo entrará em campo contra o Santos em Cuiabá, para confirmar a boa fase em uma partida de suma importância para as pretensões do time no Campeonato Nacional, o jogo promete, e o ‘Mais querido’ já se tornou o favorito.

Será também mais uma chance para Paolo Guerrero tentar igualar o seu número de gols com o seu número de cartões amarelos. O peruano tem que ficar esperto, pois com duasboas sombras para a sua posição no banco de reservas, qualquer descuido pode ser fatal.

Torço para que Guerrero fale menos, jogue mais, e faça ainda mais gols, deixando a polêmica de lado… Ou melhor, deixando a polêmica para mim.

“Não ter vaidades é a maior de todas.” Millôr Fernandes

Que os deuses do futebol estejam com o Flamengo!

Vinny Dunga
vinny.dunga@colunadoflamengo.com

Fonte: http://colunadoflamengo.com/2016/08/que-vaidade-e-essa/

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.