| Futebol

QUEM QUER RIR ...

TEM QUE FAZER RIR TAMBÉM

 

Talvez nossos torcedores mais jovens não tenham a exata compreensão do quanto é dolorido passar décadas convivendo com a imagem de maus pagadores. “O Flamengo não paga salários”, “O Flamengo dá calote em clubes que lhes cedem jogadores”, “O Flamengo tem a maior dívida de todos”, “O Flamengo finge que paga e os jogadores fingem que jogam”.

É duro ver diariamente o clube que se ama ser ridicularizado na mídia e ter que engolir em seco, pois estas acusações apenas retratavam a realidade.

E foi a percepção que FINALMENTE teria aparecido um grupo de pessoas dispostas a mudar essa imagem que gerou todo o apoio que esses novos gestores vêm recebendo, desde o dia que assumiram.

Ainda bem que apareceram! Corríamos o sério risco de acabar nos tornando inviáveis, como estamos vendo acontecer com o Botafogo.

Daí o enorme respeito e admiração pelo trabalho dos nossos gestores, além do desejo que continuem por muito tempo na administração do Flamengo.

Só que, tão inegável quanto a importância do trabalho que vêm fazendo na área financeira, é a responsabilidade que eles também têm nos resultados de campo.

Seria extremamente injusto da nossa parte, apontar como responsáveis apenas os Marcelos, Chicões, Arthurs, Luiz Antonios, Alecsandros e João Paulos, por nossa participação absolutamente insossa neste Brasileiro.

NÃO SÃO!

É evidente que o incômodo com todos esses anos vendo meu time ser ridicularizado na mídia me obriga a continuar apoiando a gestão atual, apesar dos erros que cometem. Mas, inegavelmente, eles foram muitos, primários e até grosseiros.

Somos FLAMENGO, e não Eduardo Bandeira de Melo, ou quem quer que faça parte de seu staff. Quando erram, não podemos simplesmente fechar os olhos. Temos que cobrar, da mesma forma que cobramos dos jogadores, treinador e preparador físico.

Esse é um direito NOSSO, respaldado pelo apoio que SEMPRE dedicamos não só aos gestores como também a essa equipe mediana que montaram. Mais ainda, pelos mais de 40 milhões de Reais que já injetamos nos cofres do clube e que haviam nos prometido (E CLARAMENTE NÃO FOI CUMPRIDO) serem destinados apenas para reforçar nosso elenco.

Estou absolutamente conformado com nosso destino no Brasileiro deste ano e não considero o título da Copa do Brasil uma obrigação. Temos o elenco que deu pra montar, paralelamente a luta pelo resgate da nossa dignidade.

Mas, para 2015, eu vou cobrar, sim. E vou cobrar MUITO.

É fácil vir para a TV, dizer que poderíamos até trazer um “Neymar”, dependendo da nossa participação no PST. Mas o que esses milhões que já colocamos lá dentro nos trouxeram de retorno até agora? POIS É!

Se nosso Presidente quer rir, precisa nos fazer rir também.

 

 

  PARA 2015 NASCER FELIZ

 

Deixem olharem pra nós como o “Patinho Feio” dessas semi-finais. Melhor assim! Não fizeram o mesmo no ano passado? E no final das contas não foi o “Patinho Feio” quem colocou TODOS os “Cisnes”, devidamente “recheados”, na mesa?

Ah, nosso time é limitado, não é? O do Santos é melhor, o do Cruzeiro é melhor, o do Galo é melhor. Então, talvez o melhor mesmo seria a gente desistir de vez e se dedicar só ao Brasileiro, não acham?

Mas, péra aí! No ano passado o Cruzeiro também não era considerado melhor? O Botafogo não era considerado melhor? O Goiás não era considerado melhor? Até o A. Paranaense também não era considerado favorito?

E NO FINAL DEU QUEM ??? AH É? Então talvez seja melhor a gente não desistir ainda, né? KKKKKKKKKKKKKKKKK

ME POUPEM, CAMBADA DE SECADORES DE MERDA !!!

Acho ÓTIMO quando ouço que somos os mais fracos dos 4. Quase dou PULOS de alegria. A responsabilidade passa TODA para nossos adversários. E isso pesa! Principalmente quando é o Flamengo quem está do outro lado.

Não temos uma dupla como Conca e Fred, não temos “quarteto fantástico”, não temos Robinho, Kaká, nem temos o melhor elenco. Somos EXATAMENTE o que o nosso treinador nos define como sendo: Um time de OPERÁRIOS!

Mas operários com um coração grande pra Cacete. Esse é o motivo para a INCRÍVEL média de público que temos visto. Não é ainda aquele Flamengo que gostaríamos de ver, mas já é um Flamengo que GOSTAMOS de ver. E sob o comando de um treinador MELHOR QUE O DELES.

Se estivermos em condições físicas minimamente aceitáveis, para jogarmos da maneira que sabemos, e precisamos, jogar (e sem perder nenhum jogador importante por contusão ou cartão), temos TOTAIS condições de repetir o ano passado, SIM.

Não dizem que agora é Briga de Cachorro Grande?  Pois, mesmo sendo tecnicamente menos favorecidos, dentre os quatro, a equipe que melhor exibe o estilo Pit Bull somos NÓS. E, com o apoio da MASSA, ele vai se soltar da coleira.

QUE VENHA O PRIMEIRO!

 

PRA CIMA DELES, MENGÃO !!!

PS: Vamos fazer um grande encontro do pessoal aqui do FlaRJ dia 1º, para recebermos nossos amigos SERGIO HELENO e D. PRIMO que vêm de fora. TODOS estão convidados.


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.