| Futebol

Questionamentos

Preocupante

Ainda o início da temporada, o treinador Muricy procurando a melhor forma de jogar, buscando a melhor formação, o carioqueta sem grande importância no atual contesto do futebol, a primeira liga ainda embrionária etc...

Será que já deveríamos questionar o treinador, já "cornetar" as suas opções de jogadores, sua insistência com atletas questionados pelos nossos torcedores. Será que além do zagueiro de ponta ainda precisamos de mais reforços, e os garotos da base, estão demorando a serem escalados. O Jorge irá jogar o que demonstrou quando assumiu a titularidade do time ou vai continuar com este futebol limitado que tem apresentado. O Rodnei é o lateral direito que precisamos.  O  Juan irá aguentar a sequencia de jogos. O Mancuello é o jogador que esperamos de verdade. O Guerrero é só o que estamos presenciando ou o atacante diferenciado que esperávamos. O  Ederson realmente será um jogador que ainda tem condições físicas pra atuar em alto nível ou irá continuar a frequentar o Departamento Médico.  O Márcio Araujo realmente terá cadeira cativa no time ou irá dar a titularidade para outro jogador.  O  Paulo Vitor será o titular ou iremos de Alex Muralha.  O Emerson  Sheik irá continuar a prender a bola, voltar para armar jogadas sem maiores características para isso, enfeitar jogadas.  O  Cuéllar é primeiro ou segundo volante.  O W.Arão conseguirá demonstrar regularidade em suas atuações.  Teremos o Everton de 2014 ou este que estamos vendo desde a temporada passada. O Gabriel ainda merece alguma credibilidade.  O  Marcelo Cirino de muita velocidade, arranque e explosão, mas que deixa a desejar na inteligencia e na finalização de jogadas, seria o atacante de lado que precisamos.  O  Alan Patrick irá continuar a ser o jogador "pisca pisca" e sem vontade que conhecemos.  O que esperar do Canteros, o volante da segunda metade da temporada de 2014 ou aquele do ano passado sem nenhum comprometimento com a equipe.  O Wallace realmente é o pior zagueiro do planeta ou ainda poderá ser útil para o time. O 4 3 3 seria o melhor sistema ou um 4 4 2 ou mesmo um 3 5 2 que o treinador Muricy por diversas vezes adotou. 

Oito jogos na atual temporada, quatro vitórias, dois empates e duas derrotas, 15 gols pro, 8 contra , saldo de 7 gols.....ainda é cedo para uma avaliação mais rigorosa ? 

Cremos que o sistema defensivo esteja um pouco menos vulnerável, não temos tido tantos problemas nas bolas alçadas...

Talvez poucos avanços na busca de um Flamengo realmente competitivo....

Questionamentos  que estão povoando as cabeças dos nossos torcedores...SÓ ESPERO QUE ESTEJAMOS NO CAMINHO CERTO...RUMO AO PROTAGONISMO DO NOSSO FUTEBOL, O FLAMENGO MERECE E NÓS TORCEDORES TAMBÉM...

 

Preocupante

O treinador Muricy já demonstra desconforto com a insistência da diretoria em marcar os jogos do clube em outros estados, com viagens e distâncias longas. Anteriormente o treinador agia de forma diplomática, mas em suas últimas entrevistas tem demonstrado  descontentamento com a situação. Certamente a cobrança por resultados irá cair em sua conta, porém a necessidade do clube faturar está em rota de colisão com o pensamento e o desejo do técnico. 

O Muricy é ranzinza, não gosta de ser contrariado, será  de bom tom uma boa conversa.  Direção e treinador chegando  a um ideal, que não firam as finanças do Flamengo e nem dificultem a parte física e técnica, as duas situações  teriam  que caminharem juntas...

Acho mesmo é que faltou planejamento, todos sabiam que Maracanã e Engenhão estariam fora de combate por conta dos jogos olímpicos , um estádio alternativo poderia ter sido providenciado com maior antecedência.

Acreditamos que a questão eleitoral foi a prioridade máxima da atual direção, esqueceram a alternativa de um estádio, mesmo que improvisado. Ilha do Governador Estádio Luso Brasileiro da Portuguesa ou mesmo o Ítalo Del Cima em Campo Grande poderiam serem boas opções. Em tempos de resgate do clube, depois de décadas de abandono, um tiro no pé.

 

Histórias Rubro-Negras

1979

 

Um ano de ouro para o "mais querido" do planeta.....um aproveitamento técnico de improváveis  82 % nos jogos disputados. Neste ano ganhamos dois Cariocas, ainda campeonatos fortes e pujantes, fomos Tri campeões em dois anos, um desses campeonatos vencemos de forma invicta. Também ganhamos o importante Torneio Ramon de Carranza na Espanha, com uma vitória diante do já temível Barcelona. Todavia, não ganhamos o brasileirão, fomos vitimas dos absurdos regulamentos, e da famigerada fórmula do mata mata, na primeira derrota para o apenas regular Palmeiras fomos eliminados. Um improvável 4 x 1 diante dos "porcos", numa tarde/noite em que nada deu certo. 

Jogamos nesta temporada 82 jogos, ganhamos 62, empatamos 13 e perdemos apenas 7 jogos, provavelmente nem Barcelona, nem o Santos de Pelé , nem o Real Madrid conseguiram numa temporada índices tão significativos, marcamos 205 gols, sofremos 60 num saldo fantástico de 145 gols. 

O grande Zico foi o artilheiro com 81 gols, seguido de C.Adão com 46 gols, depois Tita com 23, Adílio com 12 , Luisinho das Arábias com 8 e assim por diante. O treinador Cláudio Coutinho foi o grande comandante desta brilhante jornada Rubro-Negra, conseguiu encaixar um esquema adequado para maximizar o futebol daquela grande equipe. Também este ano, batemos o record mundial de permanência de um time invicto, 53 jogos sem uma única derrota. 

No jogo contra o poderoso barça pelo Ramon de Carranza, o time catalão permaneceu pelo menos cinco minutos da segunda etapa sem tocar na bola, tal a qualidade técnica do futebol Rubro-negro, que envolveu o adversário com uma formidável sucessão de toques de primeira e de dribles desconcertantes. 

Formamos com Cantarelli, Toninho Baiano, Rondinelli, Nelson e Júnior, Carpegianni, Adílio e Zico, Tita, C.Adão e J.César Uri-Geller, também jogaram Raul, Leandro, Figueiredo, Manguito, Andrade, Vitor, Reinaldo, Luisinho das Arábias e até o Rei Pelé no jogo Flamengo 5 x 1 Atlético Mineiro...

SRN


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.