| Futebol

RAÇA, AMOR E PAIXÃO!

Nós queremos respeito

 

Bruno, Léo Moura, Fabio Luciano, Angelim e Juan, Rômulo, Jailton, Cristian e Ibson, Maxi Biancuchi e Souza. Essa foi a escalação do time que derrotou o São Paulo no campeonato brasileiro de 2007, São Paulo que viria a ser campeão. No elenco ainda tínhamos Toró, Renato Augusto, Obina, Irineu, Moisés, Roger, Gérson Magrão, Roni, Rodrigo Arroz, Léo Medeiros, Paulinho, Claiton, Luizinho, e mais alguns da base como o grande Willian Amendoim.

Tirando a defesa titular, quem desses aí seria titular no elenco atual? Renato Augusto talvez, mas de resto, convenhamos, era um time digno de Série B. Mas se pegássemos esse time de 2007 e pudéssemos colocar para jogar contra esse time atual, eu não tenho nenhum pingo de dúvida que esse time de 2007 poderia até golear, o que era raro naquele campeonato.

Mas em uma coisa o time de 2007, terceiro colocado daquele ano, tinha o que esse elenco atual não tem, RAÇA, AMOR E PAIXÃO, foi esse time que fez nascer essa música, esse time que se entregava nos jogos, que corria, que lutava, que nos dava orgulho de gritar VAMOS FLAMENGO. Sim, esse elenco com Jailton, Toró e companhia era um time de craques, não craques em habilidade, mas craques na raça, no orgulho em vestir o MANTO SAGRADO, craques que faziam o Maracanã lotar, que pulsava a torcida nas arquibancadas, que juntos se tornavam UM URUBU GUERREIRO.

O elenco atual é recheado de bons e ótimos jogadores, mas carente de jogador com raça, amor e paixão. Quem desses jogadores podemos abraçar e carregar no colo como fizemos em 2007 e outros anos, quem desse time atual merece vestir esse MANTO QUE ENVERGA VARAL, quem desse time atual merece ser chamado de ÍDOLO, ninguém meus amigos, ninguém.

Esse bando de jogadores recebe em dia e possuem um CT livre da pressão da torcida que acompanhava aquele time de 2007 na Gávea. Ninguém os incomoda no Ninho do Urubu, possuem todas as condições para fazer o trabalho bem feito, e mesmo assim não se importam.

Não se importam se o torcedor paga caro no ingresso, não importam se o torcedor se desloca de cidades vizinhas para ver seu time uma vez por ano, não se importam se o torcedor em uma quarta-feira a noite chega em casa uma da manhã tendo que levantar cedo no outro dia para trabalhar. Eles não se importam se o torcedor é motivo de chacota dos rivais, não se importam com o choro de uma criança que não entende porque o seu time perdeu, ELES NÃO SE IMPORTAM.

Amanhã estarão com sua Stella na mão posando para selfies e postando nas redes sociais, como um deboche com o torcedor que se esforça tanto para ir ao estádio apoiá-los, até porque o empresário vai conseguir um bom contrato no Oriente e vão ganhar mais dinheiro não se importando com que aqui ficou.

Esse é o retrato atual de um time descompromissado, sem comando e sem sangue nos olhos. Que orgulho eu tive de ver Toró, Jailton, Cristian, Rômulo, Obina, Souza, Léo Medeiros e companhia vestindo o MANTO SAGRADO, me perdoem por um dia eu tê-los menosprezados e até mesmo zombado de vocês. Vocês sim representam o que o Flamengo tem de melhor, vocês sim são o verdadeiro time de RAÇA, AMOR E PAIXÃO.

 

Saudações Rubro Negras!!!!


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.