| Futebol

Realidade de Z-4, sonho de G-4: Fla confia em nova era no Brasileirão

Treinos em alta intensidade e disputa interna no elenco são as apostas do grupo de jogadores para deixar a incômoda 19ª posição do campeonato

jogadores flamengo treino (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)Grupo do Flamengo espera mudar panorama no Brasileirão (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

Ney Franco definiu, os jogadores aceitaram, e o Flamengo passou a ter uma nova maneira de treinar: alta intensidade e disputa interna. Afinal, nas palavras do treinador, o time jogará como treina. E é justamente esta filosofia que faz o grupo confiar em mudar a realidade no Brasileirão. Atualmente na zona do rebaixamento, os jogadores confiam em disputar, no mínimo, vaga à Libertadores.  

Tudo começará, em 16 de julho, ao enfrentar o Atlético-PR, em Macaé. Com sete pontos, o Rubro-Negro está em 19º lugar. E, desde que Ney assumiu o time, são cinco jogos sem vitória: duas derrotas e três empates. O último triunfo ocorreu, sob comando de Jayme de Almeida, em 4 de maio no 4 a 2 sobre o Palmeiras.  

- Se continuarmos com essa competição que estamos nos treinamentos, pode ter certeza que muita coisa vai mudar na tabela. Infelizmente, a realidade é essa: estamos na zona do rebaixamento. Precisamos sair dessa situação que incomoda. Aqui temos jogadores vencedores e, pode ter certeza, vamos fazer de tudo para sair dessa situação junto com o nosso torcedor – opina o zagueiro Chicão, a novidade no esquema 3-5-2.  

É mais ou menos a mesma visão de André Santos. Para o lateral-esquerdo, o importante é ter uma sequência de vitórias. Vale lembrar que a equipe só conquistou uma em nove partidas.  

- Se ganhar três ou quatro jogos, você briga lá em cima. Vai, por exemplo, de 19º para sétimo. Depois de chegar nessa posição confortável, se pode almejar uma Libertadores. Dependendo de quantos pontos tiver o líder, dá para almejar o título, então, não dá para falar agora. Nosso primeiro objetivo é alavancar, sair lá da zona do rebaixamento e ladeira acima. O mais importante é nos fecharmos. Não importa, o futebol é vencer, seja de meio a zero, somar os três pontos. Esse é o primeiro desafio para traçar o que pode ser feito na competição – diz o camisa 27.  

O Flamengo está a um ponto do Bahia, o primeiro fora do Z-4. Nove do São Paulo, o primeiro do G-4. E, em relação ao Cruzeiro, o líder, a desvantagem é de 12 pontos.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.