| Futebol

Rebeca e Flavinha faturam bronze, prata e ouro nas finais por aparelhos

Evento-teste mostrou força e representatividade do Flamengo na Seleção Brasileira, que garantiu a vaga olímpica

Flavinha com a prata (Ricardo Bufolin/ CBG)

Flavinha com a prata (Ricardo Bufolin/ CBG)

O evento-teste de ginástica artística mostrou mais uma vez a força e representatividade do Flamengo na modalidade no país. Nas finais por aparelhos, segunda-feira (18), vieram mais três medalhas de rubro-negras pela Seleção Brasileira. Enquanto Rebeca Andrade levou o bronze nas barras assimétricas, Flávia Saraiva conquistou prata na trave e ouro no solo.

Rebeca abriu as apresentações nas barras assimétricas e somou 14,433 pontos, ficando com a medalha de bronze. A atleta ficou atrás apenas das alemãs Elisabeth Seitz, com 15,133, e de Sophie Scheder, com 15,033. Com séries consistentes tanto na classificatória quanto na final, a ginasta conquistou em menos de um mês duas medalhas no aparelho - na Copa do Mundo de Doha, no Qatar, a atleta ficou com a prata.

image"Eu estou orgulhosa de mim porque fiz o meu melhor, e sei que posso colocar ainda mais dificuldade nessa série. Aqui no evento-teste, consegui ajudar a minha equipe na conquista da vaga olímpica e hoje estou com mais essa medalha. Estou muito satisfeita", disse a atleta, de apenas 16 anos, sendo 13 deles dedicado à ginástica.

Na trave, foi a pequena notável Flávia Saraiva quem encantou a torcida e a arbitragem. Em uma apresentação segura, a ginasta ficou com a prata, com 14,733 pontos. No mesmo aparelho, a rubro-negra Jade Barbosa ficou em oitavo, com 12,066 pontos.

Para fechar com chave e medalha de ouro, veio o solo. Última a se apresentar no aparelho, Flavinha levantou a torcida com a nova série, conquistou 14,400 pontos e a primeira colocação no pódio. "Eu já me imagino aqui nas Olimpíadas, nesse ginásio que ficou maravilhoso e que me senti bem. Ontem fiquei tão feliz com a nossa classificação, que hoje vim para brilhar e ser feliz. Estamos treinando muito firmes, parecido com as americanas, e espero ficar como elas", declarou Flávia.

Além de Flavinha, Rebeca e Jade, o Flamengo também teve a atleta Milena Theodoro como reserva na equipe brasileira na competição.

As equipes de ginástica do Clube de Regatas do Flamengo contam com apoio da Confederação Brasileira de Clubes (CBC) provenientes da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé e com recursos de seu patrocinador – MRS Logística – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR).

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/23245/rebeca-e-flavinha-faturam-bronze-prata-e-ouro-nas-finais-por-aparelhos

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.