| Futebol

Recesso bom para... Mudar a cara! Fla busca ajustes no time em sete treinos

Mudanças para jogo contra o América-MG vão da defesa titular ao substituto de Guerrero. Rubro-Negro amarga jejum de quatro partidas no Brasileirão

flameng - Recesso bom para... Mudar a cara! Fla busca ajustes no time em sete treinos

Após dois dias de folga, o Flamengo se reapresenta na tarde desta terça-feira para dar início a uma longa preparação para o jogo contra o América-MG. Serão sete sessões de treinamentos - no domingo haverá descanso - nas quais Zé Ricardo poderá fazer seus ajustes para que a equipe volte a vencer no Campeonato Brasileiro após quatro rodadas e, assim, mantenha-se firma no G-3. Da defesa ao ataque, passando até pelo banco de reservas, o time rubro-negro deve ter mudanças no jogo do próximo dia 16, em Belo Horizonte.

Confira abaixo as medidas emergenciais do Flamengo neste período até o próximo jogo

A quarta defesa menos vazada do Campeonato Brasileiro vai sofrer uma mudança radical. Suspensos, Réver e Rafael Vaz vão cumprir suspensão contra o América-MG, deixando de formar a zaga após sete partidas consecutivas. Assim, o mais provável é que Juan e Donatti sejam os escolhidos por Zé Ricardo. Se sobra experiência, falta ritmo. O primeiro não joga desde a partida contra o Palestino, pela Copa Sul-Americana, em 28 de setembro. O argentino, que só vestiu a camisa rubro-negra duas vezes, entrou em campo em 24 de agosto, quando falhou num dos gols da derrota por 4 a 2 para o Figueirense, também pela Sul-Americana. O treinador precisará usar o máximo de tempo disponível para transmitir confiança e dar entrosamento aos jogadores.




Há quatro rodadas sem vencer, o Flamengo tem mostrado cada vez mais limitado no setor criativo. Sofrendo forte marcação, Diego não tem conseguido municiar o ataque como em suas primeiras partidas. Por isso, caberá a Zé Ricardo encontrar algumas alternativas para desafogar o camisa 35. Uma delas poderia ser a volta de Alan Patrick ou Mancuello – mudando o esquema de três atacantes – ou fazendo Willian Arão participar mais das ações ofensivas. Existe a necessidade fazer o time voltar a fazer jogadas trabalhadas. Dos cinco gols marcados nas quatro rodadas em que o Flamengo não venceu, nenhum ocorreu dessa maneira. Outra missão nos próximos dias será fazer com que Pará e Jorge consigam combinar eficiência de marcação com auxílio aos homens de frente. Atualmente o desequilíbrio é considerável.





O Flamengo deve contar com dois “reforços” em breve. Everton está em fase final de recuperação de lesão muscular e deve voltar a treinar com os companheiros nos próximos dias. Ele não atua desde a derrota para o Internacional e está fora há três rodadas. Mancuello ainda sentia dores por causa de uma pancada na costela sofrida durante o jogo contra o Corinthians e por isso desfalcou o Rubro-Negro contra o Botafogo. A expectativa é de o argentino que retome os trabalhos com bola no início da semana. Everton não é titular absoluto e Mancuello ainda busca afirmação, mas ambos são considerados peças importantes para mudar a cara do time durante as partidas.




Principal nome do ataque do Flamengo na reta final do Campeonato Brasileiro, Paolo Guerrero não joga contra o América-MG – a partida é no dia seguinte do jogo entre Peru e Brasil, pelas eliminatórias. Leandro Damião é seu substituto natural, mas a substituição simples não é suficiente. Além de Damião ainda não ter feito uma atuação notável, Zé Ricardo pode estudar outras mudanças no setor ofensivo. O problema é que Marcelo Cirino e Sheik, potenciais substitutos de Fernandinho e Gabriel, transmitem pouca confiança à torcida. Outra alternativa é Felipe Vizeu, que agrada a torcida e tem marcado gols.

Fonte: http://globoesporte.globo.com/futebol/times/flamengo/noticia/2016/11/recesso-bom-para-mudar-cara-fla-busca-ajustes-no-time-em-sete-treinos.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.