| Futebol

Reforços do Flamengo: quatro fora da Copa do Brasil e alguns 'de lado'

Ao todo foram nove contratados para a temporada de 2017. Últimos ficaram de fora da Copa do Brasil, Berrío ganhou espaço e Conca atuou apenas 27 minutos pelo Rubro-Negro

flameng - Reforços do Flamengo: quatro fora da Copa do Brasil e alguns 'de lado'

O Flamengo investiu forte para a temporada de 2017 e nove nomes chegaram para ajudar o Rubro-Negro a conquistar títulos importantes no ano. Na Copa do Brasil, os últimos quatro contratados não puderam jogar, pois chegaram após o prazo de inscrição (24 de abril). Esse também foi um ponto importante que poderia ajudar o time carioca a sair com o título da competição.

Everton Ribeiro, Geuvânio, Rhodolfo e Diego Alves não estavam em condições de atuar na Copa do Brasil e talvez que mais fez falta foi o goleiro. Durante toda a cometição, Thiago e Muralha revezaram e acumularam falhas. Na decisão, foi do camisa 38 a responsabilidade de defender o gol do Fla, mas na disputa de pênaltis, mais uma vez não foi bem.

Os nove contratados do Flamengo para 2017 foram: Conca, Rene, Trauco, Romulo, Berrio, Everton Ribeiro, Diego Alves, Rhodolfo e Geuvânio. Considerados titulares hoje do Rubro-Negro, apenas o camisa 6, o goleiro e o atacante colombiano. Na final, só quem começou jogando foram Trauco e Berrío. No banco, apenas o camisa 6 esteve presente.

Dos reforços, dois em especial ainda não conseguiram agradar nem a torcida nem ganhar a confiança dos treinadores que passaram pelo Fla em 2017. Romulo e Conca chegaram cheio de moral no início do ano, mas atualmente são incógnitas no elenco. O camisa 27 sequer foi relacionado para a final e está melhorando a forma física, enquanto o caso do argentino é ainda pior. Em apenas três partidas pelo clube, foram 27 minutos jogador. Tem tido dificuldade até para conseguir um lugar no banco de reservas.

Fonte: http://www.lance.com.br/flamengo/reforcos-quatro-fora-copa-brasil-alguns-lado.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.