| Futebol

Reforma no estatuto motiva conversa do São Paulo com Flamengo e Santos

Tricolor recebe Eduardo Bandeira de Mello e Fred Luz, do Rubro-Negro, e Raphael Vita, dirigente do Peixe, para conhecer modelos de estatutos dos outros clubes

flameng - Reforma no estatuto motiva conversa do São Paulo com Flamengo e Santos

Em meio ao processo de reforma estatutária, o São Paulo procurou outros clubes para conhecer seus respectivos modelos e analisar exemplos. Na última quarta-feira, o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, almoçou com o mandatário do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, no Morumbi.

Posteriormente, o CEO do Rubro-Negro, Fred Luz, e Raphael Vita Costa, do Comitê de Gestão do Santos, fizeram uma apresentação para mostrar como funcionam os respectivos modelos de estatuto para a comissão de sistematização do São Paulo. Esse grupo é a responsável por reunir as propostas dos sócios para a reforma do documento que rege o Tricolor.

O São Paulo estuda a ideia de adotar um modelo de gestão profissional, com diretores remunerados e poder descentralizado. Por isso, quis entender como funcionam os estatutos de outros clubes, nos quais há outros tipos de administração. A gestão do Flamengo é vista como exemplo, e o Santos tem a experiência de um Comitê com dirigentes que auxiliam o presidente nas decisões.

– O Flamengo, apesar de não promover nenhuma reforma substancial como o Santos promoveu, tem implementado algumas formas de gestão que estão no estatuto do Santos. Foi mais para trocar experiência. Eu fiz uma apresentação das impressões que eu tenho do estatuto do Santos. Eles queriam saber como o Santos via a questão do Comitê de Gestão, porque é algo novo. Eles queriam ver se esse modelo não presidencialista era bom ou não, para eles poderem discutir depois internamente. Eles buscaram o Santos com a intenção de trocar experiências e saber principalmente como a administração lidava com o Comitê – afirmou Raphael Vita, do Santos.

Na próxima segunda-feira, o Conselho Deliberativo do São Paulo vai fazer uma reunião extraordinária para discutir ideias relacionadas à reforma estatutária. Durante o período em que os sócios enviaram sugestões de ideias, a comissão de sistematização do estatuto reuniu cerca de 40 propostas e vai fazer um balanço do que foi feito até aqui aos conselheiros. Abílio Diniz, empresário ligado à oposição e desafeto de Leco, foi convidado a participar.

Fonte: http://globoesporte.globo.com/futebol/times/sao-paulo/noticia/2016/09/reforma-no-estatuto-motiva-conversa-do-sao-paulo-com-flamengo-e-santos.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.