| Futebol

Reinaldo diz que Galo é mais "refinado", e Nunes quer "fritar" o rival

Protagonistas da decisão do Brasileiro de 80 entre Fla e Atlético-MG trocam provocações amigáveis e apostam em boas atuações de Gabriel e Tardelli na quarta

Quando se aproxima um Flamengo x Atlético-MG, é difícil não lembrar das duas grandes equipes que disputaram a decisão do Campeonato Brasileiro de 1980, e o jogo da Libertadores no ano seguinte, pela primeira fase da competição. Grandes ídolos do Rubro-Negro e do Galo, e protagonistas das partidas memoráveis, Nunes e Reinaldo se reencontraram no Maracanã na tarde desta terça-feira, véspera do primeiro duelo da semifinal da Copa do Brasil, e trocaram algumas provocações amigáveis. Para Reinaldo, a fase do Atlético é muito melhor:

- Eu acredito que o Atlético está melhor do que o Flamengo. Dá para ver na tabela do Campeonato Brasileiro, embora a competição que os times vão disputar é a Copa do Brasil. O Flamengo tem a oportunidade de definir aqui. Se não fizer isso, lá em Minas vai dar Galo. O Atlético sempre faz gol.

Reinaldo e Nunes, entrevista Maracanã (Foto: Sofia Miranda)Reinaldo e Nunes seguram as respectivas camisas de seus ex-times (Foto: Sofia Miranda)



Nunes rebateu a opinião do amigo, e os dois ex-atacantes começaram um diálogo animado.

- Olha, no Campeonato Brasileiro não estamos bem como eles, mas vamos fritar o Galo aqui no Maraca - provocou Nunes.

saiba mais
  • Flamengo x Atlético: 32 mil ingressos
    vendidos e dois setores esgotados

- Mas, se fizermos uma análise, vocês sabem que o time do Atlético é mais refinado... - retrucou Reinaldo.

- O futebol é decidido dentro de campo, essa é a realidade. Quando se trata de Flamengo e Atlético, é complicado - finalizou Nunes.

A rivalidade entre as duas equipes chama a atenção. Reinaldo relembrou da vitória do Flamengo por 3 a 2, que terminou com o título do Brasileiro para o Rubro-Negro. O ídolo do Galo disse ter saudades do "Maracanã velho" e ressaltou o "silêncio sepulcral" no estádio no momento de seu segundo gol.

Reinaldo e Nunes, entrevista Maracanã (Foto: Sofia Miranda)Reinaldo e Nunes se reencontram no Maracanã para falar de Flamengo x Atlético-MG (Foto: Sofia Miranda)

- Essa foi a grande decisão do futebol brasileiro. Está aqui o carrasco (apontou para Nunes) ganhamos em Minas por 1 a 0. Aqui, o Maracanã estava lindo. Era a multidão. Naquela época valia carteirada de todo mundo para entrar. Umas 200 mil pessoas. Foi um dia lindo. Tinha gente pendurada até no lustre. Nós ainda víamos o Cristo Redentor. Quando fiz o segundo gol do Atlético, foi um silêncio sepulcral - contou o Rei, que admitiu achar que o jogo estava ganho após o seu gol.

Nunes, autor do terceiro gol do Flamengo, explicou o lance e o "drible do Cristo" mencionado por ele instantes antes (veja no vídeo abaixo os lances da decisão de 1980).

 




- Renasceu a jogada do Andrade. Ganhei na corrida dos dois zagueiros, parei onde estava a Nação Rubro-Negra e fiquei. Falei para o Silvestre (zagueiro), olhar para o Cristo, e fui (risos).

Lembranças nostálgicas à parte, Reinaldo não hesita em responder para quem entregaria a camisa alvinegra em suas mãos para dar sorte na semifinal da Copa do Brasil: o atacante da seleção brasileira Diego Tardelli. O escolhido de Nunes é o jovem Gabriel, que, em ótima fase, vem conquistando a torcida rubro-negra com gols. Para os ex-jogadores, os dois citados, apesar da diferença de experiência, podem ser cruciais e decidir o resultado desta quarta-feira, às 22 horas (de Brasília), no mesmo palco de outros tantos duelos da grande rivalidade entre Atlético-MG e Flamengo: o Maraca.

A decisão acontece na próxima semana, dia 5, no Mineirão, no mesmo horário. Quem avançar, enfrenta o vencedor de Cruzeiro x Santos na final da competição.

*Estagiária, sob supervisão de Jessica Mello.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.