| Futebol

Reinaldo Rueda analisa empate em Chapecó: "Sempre queremos ganhar"

Treinador concedeu entrevista coletiva na Arena Condá e falou sobre o resultado na Conmebol Sul-Americana

flameng - Reinaldo Rueda analisa empate em Chapecó: "Sempre queremos ganhar"

Foto: Gilvan de Souza/Flamengo

Após o empate por 0 a 0 diante da Chapecoense na noite desta quarta-feira (13), o treinador Reinaldo Rueda concedeu entrevista coletiva na Arena Condá e falou sobre o duelo, além de avaliar o desempenho rubro-negro. "Sempre queremos ganhar e trabalhamos muito para isso. Estamos em três competições e nossa obrigação é ganhar sempre. Do ponto de vista analítico, foi um bom resultado, visto que é um jogo de 180 minutos", disse.

Sócio-torcedor tem mais Flamengo na hora de se informar: tem acesso à FlaTV Nação Rubro-Negra, com transmissões ao vivo de treinos e vídeos exclusivos no site, e desconto na assinatura da revista oficial! Clique e sinta o orgulho de ser sócio-torcedor.

Confira os principais trechos:

Chapecoense
Sabemos que Chapecoense está passando por um momento difícil, mas o time está fazendo jogos muito intensos. Esperávamos uma partida assim, com esse ritmo. Custamos a nos adaptar e os primeiros minutos foram difíceis, com muitas bolas dividas. Isso é característico dessa equipe, que é muito combativa, aguerrida e que não deixou o Fla expressar seu futebol.

Time escalado
Escalei a equipe que acredito ser a mais próxima de nossa força total pela trajetória dos jogadores e maturidade. Porém, falta melhorar em diversos sentidos, principalmente em quando fazer jogadas curtas, nos pés ou em lançamentos. As partidas da Sul-Americana nem sempre são para se jogar, mas sim para guerrear. O Flamengo, muitas vezes, quer jogar bonito. Desta forma, em confrontos nesse estilo das competições internacionais, é necessário um desempenho de muita intensidade. Mesmo assim, nossos atletas têm outras qualidades. Estamos em um momento de adaptação. Com o placar em 0 a 0, precisamos batalhar, competir, correr e guerrear como o duelo pede.

Diego Alves
Viemos de uma derrota contra o Botafogo e o Diego (Alves) tinha mais ritmo que o Thiago e o Alex Muralha. Eu sabia que a Chapecoense era muito forte no jogo aéreo e a iluminação da Arena Condá não é fácil para os goleiros. Foram diversos fatores que me fizeram optar por colocá-lo como titular. Cada partida tem uma leitura diferente pelo rival, pelas características do desafio. 

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/25984/reinaldo-rueda-analisa-empate-em-chapeco-sempre-queremos-ganhar

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.