| Futebol

Remador rubro-negro paralímpico é convocado para Mundial Indoor

Michel Gomes quebrou recorde mundial no treinameto e é exemplo de superação para companheiros de treino no Flamengo

Michel e seu treinador Franquilin

Michel e seu treinador Franquilin

Dentro de um mês, no dia 26 de fevereiro, o atleta paralímpico do Flamengo Michel Gomes embarca para os Estados Unidos, convocado pela Confederação Brasileira de Remo, para o Campeonato Mundial de Remo Indoor, mais conhecido como CRASH-B, em Boston. Resultados de avaliações em remoergômetro na distância de 1km elegeram o remador rubro-negro e mais dois brasileiros para participar da competição. Michel compete na categoria troncos e braços (TA). Na última edição, o CRASH-B recebeu mais de 2 mil remadores do mundo inteiro, com idades entre 14 e 94 anos.

O treinador do atleta, Franquilin Oliveira, conta que Michel quebrou o recorde mundial no período de treinos, mesmo sem estar 100%. "Nós fizemos um tiro máximo, como se fosse uma simulação de regata, e ele (Michel) ficou um décimo abaixo do recorde mundial. Ou seja, ele quebrou o recorde na máquina. Ficamos super felizes e ele viu que dava para melhorar. Ele estava doente e no último dia de antibiótico. Foi a maior felicidade para nós", disse.

Franquilin acredita que o chamado para a Seleção Brasileira fez justiça ao trabalho incessante de Michel, que treinou duro nas férias. "Estou muito feliz com a convocação do Michel, que foi por merecimento dele. Ano passado, quando acabaram as competições, tivemos uma pausa para descanso e depois retomamos os treinos, já pensando nessa competição, que acontece todo ano. Eu estava focando os treinamentos para o CRASH-B. No final do ano, quando todos estão, o Edson (Figueiredo) autorizou o Michel a levar o remoergômetro para casa para treinar, no período em que o clube esteve fechado, durante Natal e Ano Novo. Fiz uma planilha com o feedback do Michel e ele estava tendo uma evolução muito grande", elogiou.

Exemplo de superação
Michel é um exemplo para seus companheiros de clube. Franquilin conta que o atleta supera uma série de dificuldades e chega para treinar sempre com um sorriso no rosto. "Ele é nosso xodó. Chega aqui no remo e cativa a todos. Os atletas que chegam aqui e falam que estão cansados, olham para ele e ganham ânimo. Ele é um cara deficiente físico (Michel teve poliomielite na infância e ficou com sequelas na perna direita), que vem de Duque de Caxias, acorda 3h30 da manhã e vem com o maior astral e prazer para treinar. Serve de lição para muitos atletas. Ele é mecânico de caminhão, faz plantão para as empresas que trabalham com ele, vira a noite. E mesmo assim conseguiu a classificação na categoria dele", revela Franquilin, que não esconde a torcida pelo pupilo. "Se Deus quiser vamos conseguir trazer o caneco. E batendo o recorde ia ficar ainda mais bonito".

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/20303/remador-rubro-negro-paralimpico-e-convocado-para-mundial-indoor

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.