Renato Gaúcho reafirma sonho de comandar o Flamengo e revela: “Quase foi dessa vez”

Renato Gaúcho reafirma sonho de comandar o Flamengo e revela: “Quase foi dessa vez”

Grande sonho do Flamengo para o comando técnico em 2019, Renato Gaúcho acabou optando por permanecer no Grêmio. No Rio de Janeiro passando férias, o treinador concedeu entrevista e falou sobre a negociação com o clube carioca. Portaluppi fez questão de reafirmar o desejo de um dia treinar o Rubro-Negro e garantiu que isso esteve próximo de ser sacramentado há alguns dias.

De minha parte sim (desejo de estar no Flamengo). É um sonho que eu tenho de treinar o Flamengo, nunca escondi nada de ninguém. Quase foi dessa vez, mas não foi ainda. Mas um sonho não acaba da noite para o dia. Vou permanecer mais um ano no Grêmio, depende muito do clube também, se futuramente pensa em meter. Mas no momento preferi ficar no Grêmio por alguns motivos que eu prefiro não colocar aqui -, afirmou.

Após a negativa de Renato, muitas especulações surgiram sobre o motivo que teria feito o treinador recusar a boa proposta do Flamengo. Entre alguns, foi citado uma possível irritação do treinador pelo fato dos detalhes da negociação terem vazado na imprensa. O próprio fez questão de rechaçar esse boato.

Não tem nada a ver, pelo contrário. Tive um contato muito bom com as pessoas do Flamengo, tanto de um lado, como do outro. Não foi isso que pesou, de maneira alguma. As pessoas foram muito educadas. Uma coisa ou outra sempre vaza. Mas não foram por esses motivos que eu não acertei com o Flamengo -, garantiu.

Sem Renato Gaúcho, o Flamengo tem como nomes favoritos para comandar a equipe na próxima temporada Abel Braga e Dorival Júnior. No entanto, a definição só deve acontecer após as eleições do clube, marcadas para o próximo sábado (08). “Abelão” é um nome querido pelas duas principais chapas, mas em caso de vitória da situação, através de Ricardo Lomba, as chances de Dorival permanecer aumentam.