| Futebol

Reservas por injustiça?

flameng - Reservas por injustiça?

Caros amigos, não foram poucas as vezes nas quais tive a impressão de que os suplentes do Flamengo formavam uma equipe de mais qualidade que os titulares. Fosse nos rachões ou somente no momento da apresentação dos reservas nas partidas oficiais, sentia aquela dúvida quando via, por exemplo, Donnati, Cuéllar, Mancuello, Éderson, Adryan, Damião e, mais recentemente, Rodinei e Alan Patrick sendo postos como alternativas, enquanto o time principal era composto pelos amados Márcio Araújo, Fernandinho, Éverton, Cirino e até Gabriel.

Estamos praticamente desde o começo da competição brigando na parte de cima da tabela, com uma campanha invejada por muitos grandes clubes. Mas, mesmo assim, mantemos nossas dúvidas. Por que Zé Ricardo insiste com certas peças!? Não nos parece que temos alternativas muito melhores?

Talvez.

A partida contra o Figueirense, bem como praticamente todas onde o 4-4-2 foi testado, nos mostrou como Zé Ricardo tem dificuldades em trabalhar com outro esquema que não seja o 4-3-3. Guardadas as minhas críticas a este estilo de jogo, devemos reconhecer que é com ele que o treinador sabe melhor montar um eficiente esquema de marcação, uma  boa transição de bola e um bom ataque. É uma pena que nossos melhores jogadores não possam atuar todos ao mesmo tempo nesta formação, mas, sinceramente, apoiarei o treinador enquanto ela estiver funcionando.

Devemos então abaixar a guarda e recuar nas críticas? Não!!

Tudo isso somente me leva a crer que será impossível para Zé Ricardo montar um esquema competitivo que conte com Diego, Alan Patrick e Mancuello ao mesmo tempo. Um ou dois certamente serão bancados por outro elemento tático de maior importância. Porém, o meu objetivo é mostrar que, sem nenhuma alteração de esquema, podemos trabalhar com peças ainda melhores.

Márcio Araújo, por exemplo. Diferentemente da maioria da massa rubro-negra, vejo nele um papel importante para o time, apesar de sua limitação técnica. Entretanto, suas limitações já nos causaram prejuízos, além da insatisfaço geral contra seu futebol. E me pergunto: por que não testamos Ronaldo ou Cuéllar com alguma sequência em seu lugar? Sabemos que, no futebol moderno, o ritmo de jogo é fundamental. Então não valeria a pena testar?

Da mesma forma, quais são as razões para se dar titularidade a Gabriel, em um esquema de rodízio que envolve ainda Cirino, Éverton e Fernandinho, e dar tão pouco tempo de trabalho para Adryan, que vem entrado bem quando chamado? Se até Fernandinho tem suas chances, por que não testamos o Adryan?

Zé Ricardo está longe de ser o burro que muitos dizem. Graças a ele, evoluímos de um time perdido e fadado a vexames, a um dos melhores times em atuação no cenário nacional. Mas vejo que nem tudo são flores, e que ainda temos progresso a construir.

SRN

Rodrigo Coli

rodrigo.coli@colunadoflamengo.com

Fonte: http://colunadoflamengo.com/2016/08/reservas-por-injustica/

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.