Resultado de julgamento do Flamengo na Conmebol sai na próxima semana

Resultado de julgamento do Flamengo na Conmebol sai na próxima semana

O Flamengo se defendeu, em audiência na Conmebol nesta quarta-feira, sobre os incidentes na final da Copa Sul-Americana, no Maracanã. O clube pode ser punido com multa, perda de mando de campo ou até exclusão, possibilidade esta considerada remota. O resultado do julgamento, porém, só deve sair na próxima semana.

O escritório do advogado Marcos Motta esteve com o representante Pedro Fida no julgamento na sede da Conmebol, e o Flamengo contou com assessoria do advogado Michel Assef Filho, ambos no Paraguai.

A estreia na Libertadores é no dia 28 de fevereiro, contra o River Plate, no Rio, e há temor sobre punição que inviabilize a partida na cidade e no próprio Maracanã, destino provável.

O clube foi denunciado em dois artigos pelo Tribunal Disciplinar e tem como punições previstas no artigo 22 desde uma advertência e multa de US$ 400 mil a exclusão de competições, passando por perda de mando de campo e até ter que jogar partidas fora do país.

Uma bomba chegou a estourar perto do presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, no gramado do Maracanã, antes da premiação do Independiente. O dirigente também sofreu na entrada do estádio por causa do gás de pimenta em meio às invasões.

O Flamengo enviou defesa na ocasião do sorteio da Libertadores e disse por escrito que sua responsabilidade se restringiu ao interior do estádio, e que alertou autoridades sobre a necessidade de efetivo policial maior nos arredores para evitar invasões. Nesta quarta-feira relatou oralmente tudo que foi enviado por escrito.