Retrospectiva: Fim da linha para Zé Ricardo e esperança com Rueda

Retrospectiva: Fim da linha para Zé Ricardo e esperança com Rueda

A temporada do Flamengo começou com Zé Ricardo no comando da equipe profissional e logo de início o Rubro-Negro conquistou o Campeonato Carioca de forma invicta. No entanto, a Libertadores que era o principal objetivo de 2017 terminou de forma precoce, com uma eliminação ainda na fase de grupos.

Mesmo com a queda, a diretoria do Flamengo decidiu das mais um voto de confiança ao treinador, mas sequência de jogos ruins no Brasileiro e relação abalada com os torcedores, Zé não resistiu e acabou deixando o clube.

No meio da temporada, o Flamengo buscou Reinaldo Rueda e logo de cara o colombiano pegou uma seminfila de Copa do Brasil contra o Botafogo. Mesmo com toda pressão de trabalhar em um dos maiores clubes da América do Sul, o comandante respondeu à altura e logo de cara ganhou o carinho de todos.

Em menos de seis meses de trabalho, Rueda chegou com o Flamengo nas finais da Copa do Brasil e também na Copa Sul-Americana. O saldo do começo de trabalho e positivo, afinal o Flamengo também conseguiu vaga direta na fase de grupos na Libertadores de 2018.

Rueda despertou interesse de seleções internacionais como Chile e Equador e permanência no Flamengo para 2018 ainda não é certa. Os chilenos são quem estão mais próximos de um acerto, mas o Rubro-Negro confia na reapresentação do treinador na próxima segunda-feira.