| Futebol

Réver evita oba-oba e "cheirinho": "Já temos pressão demais no dia a dia"

Zagueiro afirma que time não pode entrar na euforia causada por boa fase e relembra estreia contra o Cruzeiro, quando fez o gol da vitória por 1 a 0 na casa do adversário

flameng - Réver evita oba-oba e "cheirinho": "Já temos pressão demais no dia a dia"

Réver estreou com a camisa rubro-negra no primeiro turno do Campeonato Brasileiro deste ano justamente contra o Cruzeiro. O zagueiro marcou o gol que deu a vitória ao Flamengo no Mineirão. Dessa vez, ele reconhece que são momentos diferentes do que na estreia e até mesmo preferiu evitar o "cheirinho de hepta". Para ele, é bom deixar o entusiasmo com a torcida e evitar que isso chegue aos jogadores.

- A partir do momento que essa energia positiva vem a nosso favor, vamos ficando mais fortes. Já temos pressão demais no dia a dia, não tem porque chamar uma responsabilidade extra. É manter o nosso foco e deixar o torcedor fazer a sua festa - contou o jogador em entrevista coletiva no Ninho do Urubu.



Apesar de descartar o oba-oba com a boa fase que vive o clube, o zagueiro se mostrou confiante para assumir a liderança neste fim de semana. Segundo ele, por mais que demonstre otimismo, o elenco ainda tem coisas a melhorar.

- Temos de ter motivação, é uma coisa boa, no início do ano todos almejavam essa condição de brigar por título. Temos de melhorar ainda, temos tudo de repente na rodada para assumir a liderança. Esse é o objetivo.

Confira outros trechos da entrevista de Réver:

Momento do Cruzeiro

Sabemos da dificuldade, o Cruzeiro passa por momentos difíceis, foi uma estreia com gol, mas já passou aquele momento. Hoje estamos em uma situação bem diferente de como estava quando cheguei no Flamengo.

Boa fase da defesa


Não sabemos ainda o que o Zé vai fazer no domingo, qual equipe, mas isso acaba nos deixando felizes, sabemos que não basta. Independente de ser a terceira zaga menos vazada, isso é trabalho do time todo e também do treinador. Ele vem colocando metas. O nosso grande objetivo no momento é estar sempre próximo ao gol adversário.

Respeito ao Cruzeiro

Tem de haver respeito diante de uma grande equipe. Temos de nos impor, jogando dentro de casa, é o papel da equipe que tem o mando. Vamos tentar impor o ritmo

Brincadeira com Alex Muralha


Depois da convocação até brincamos com o Muralha, dizendo que ele precisa trabalhar também. Mas não passou de brincadeira. A gente tem muita confiança não só no Muralha como no Paulo Victor também, que perdeu espaço depois de uma lesão. Se o M    uralha vai servir à seleção, estamos bem servidos com o PV e tenho certeza que vai dar conta do recado.

Fonte: http://globoesporte.globo.com/futebol/times/flamengo/noticia/2016/09/rever-evita-oba-oba-e-cheirinho-ja-temos-pressao-demais-no-dia-dia.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.