"Eu disse que gostaria de sair de férias com a situação definida, mas isso ainda não aconteceu. Espero que tudo aconteça da melhor forma possível. Tenho mais seis meses de contrato e desejo permanecer no clube. Acredito que o Flamengo também tenha pressa por isso. Creio que a situação será definida nos próximos dias", disse Réver, em entrevista ao ​UOL Esporte.

Criticado pelo número de lesões enquanto esteve no Beira-Rio, Réver deu a volta por cima na Gávea e se tornou um dos líderes do elenco, chegando inclusive a se tornar capitão do Flamengo. A negociação com o Internacional pode envolver Marcelo Cirino, mas o Rubro-Negro não descarta investir na permanência do zagueiro mesmo sem a troca pelo atacante.

"Não sei como está a situação envolvendo o Cirino. Independentemente de qualquer coisa, Flamengo e eu desejamos a permanência. Fui muito bem acolhido e pretendo continuar a história com títulos. Ainda não conquistei nada aqui, apenas algumas boas atuações. Não quero encerrar o ciclo dessa maneira", afirmou o atleta.