Rio ou Chile? Rueda comunica futuro ao Flamengo nesta segunda-feira

Rio ou Chile? Rueda comunica futuro ao Flamengo nesta segunda-feira

Depois de semanas de indefinição, Reinaldo Rueda comunicará nesta segunda-feira, quando se reapresenta no Ninho do Urubu, se aceitou a proposta para comandar a seleção do Chile ou segue no Flamengo. No domingo, seu auxiliar Bernardo Redin chegou ao Rio. Indagado por jornalistas no aeroporto, manteve o mistério entre sorrisos um tanto constrangidos.

— Não posso falar nada. Que o mister fale — desconversou.

No Chile, a certeza da chegada de Rueda é tão grande que o jornal “La Tercera” até detalha como funcionará o trabalho do treinador neste primeiro momento, já que a seleção não se classificou para a Copa. Segundo a publicação, o colombiano viajará para a Europa em fevereiro a fim de conhecer algumas das lideranças de seu futuro elenco. Estariam confirmados encontros com o goleiro Bravo, o meio-campista Vidal e o atacante Alexis Sánchez.

É possível, contudo, que o negócio não esteja 100% concluído. Um representante de Rueda se reuniu no domingo com dirigentes da federação para acertar detalhes do contrato, que seria assinado nesta semana. De acordo com a rádio chilena "ADN", não houve acordo econômico, e as conversas seguirão em andamento na segunda-feira.

A ideia da Federação Chilena era agendar a apresentação do técnico colombiano para os próximos dias. Já a multa rescisória de cerca de R$ 1 milhão pode ser paga ao rubro-negro nesta segunda-feira.

Ainda não está definido se Redin e o preparador físico Carlos Velasco, ambos contratados do Flamengo, acompanharão Rueda. O colombiano espera que sim.

Caso a saída do treinador se confirme, a tendência é que o rubro-negro aloque Paulo César Carpegiani no cargo. A intenção da diretoria era contratá-lo como uma espécie de coordenador técnico. Mas diante da saída de Rueda e da escassez de nomes no mercado, aproveitá-lo à beira do gramado parece o caminho natural.