| Futebol

Rivais no banco, Neto e Guy Goodes concordam que decisão está aberta

Após uma vitória apertada por apenas três pontos a favor do Maccabi, treinadores apostam em outro confronto equilibrado e descartam favoritismo de ambos os lados

Eles sequer se cruzaram durante a coletiva de imprensa, mas mostraram um discurso afinadíssimo após a primeira partida da decisão da Copa Intercontinental, sexta-feira, na Arena da Barra. Tanto o vitorioso treinador do Maccabi Tel Aviv, Guy Goodes, quanto o rubro-negro José Neto deixaram claro em suas declarações que apesar da vitória do time israelense por 69 a 66 o título de maior expressão entre clubes no basquete mundial está totalmente em aberto. Até por conta do confuso regulamento. 

José Neto e Benite do Flamengo (Foto: Amanda Kestelman)Ao lado de Benite, José Neto lamentou a derrota no final, mas acredita na conquista do Fla (Foto: Amanda Kestelman)


Caso os cariocas devolvam os 69 a 66, a decisão do título sairá na prorrogação. Na hipótese de uma vitória rubro-negra por três pontos, mas por outro placar, o campeão será o time que tiver anotado mais pontos. Assim um triunfo brasileiro por três de diferença com placar superior a 69 a 66 dá a taça ao Flamengo. De 68 a 65 para baixo, o título é do Maccabi Tel Aviv.

Primeiro a falar após a partida, José Neto definiu o confronto como equilibrado, destacou o desempenho individual do americano Jeremy Pargo e dividiu a decisão em oito períodos para apostar no título rubro-negro neste domingo, às 12h. 

- Foi uma partida como todos esperavam, com muito equilíbrio e as duas equipes buscando o resultado favorável o tempo todo. Tivemos em vantagem durante boa parte do jogo, mas basquete é assim. No final do jogo é que as coisas são decididas e o vencedor é conhecido. A gente considera essa final como um jogo de oito períodos, e quatro já foram disputados. Vamos estar preparados para jogar os outros quatro no domingo  - disse Neto.

saiba mais
  • Concorra a ingressos do NBA Global Games no Rio de Janeiro
  • Fla sofre virada no finzinho, e Maccabi leva três pontos de frente para jogo 2
  • Marquinhos e José Neto divergem sobre entrada de reforços estrangeiros

Nitidamente incomodado ao ser questionado sobre as declarações de Marquinhos, que teria sugerido que o treinador do Flamengo tivesse utilizado por mais tempo os jogadores mais antigos do elenco, José Neto preferiu não comentar o assunto e discordou que sua equipe tenha forçado demais os arremessos de três pontos.

- Eu sou técnico, não sou comentarista para falar sobre as declarações dos outros. Eles fecharam muito bem nosso garrafão e a bola tinha que ir para fora. Não tivemos muitas opções, tanto que os chutes de fora não foram forçados. Só que infelizmente não estávamos num dia feliz e nossa bola de 3 não caiu. Talvez se tivesse caído a história tivesse sido outra. Não me lembro de ter visto um aproveitamento tão ruim nas bolas de três como nesse jogo. Foram quatro certas em 31 tentadas e um aproveitamento de apenas 13% - lamentou Neto.

Mesmo vitorioso por três pontos, Guy Goodes concorda com seu adversário. Preocupado em como parar o americano Derrick Caracter no segundo jogo da final, mas otimista de que a adaptação ao fuso horário do Brasil poderá ajudar no desempenho de sua equipe, o técnico israelense espera outro confronto equilibrado e descarta qualquer tipo de favoritismo.

- Eu já esperava o Flamengo agressivo no começo da partida, mas acredito que as duas equipes erraram muito ofensivamente. Conseguimos encaixar a marcação no último período e isso fez nosso jogo melhorar. Talvez nossos jogadores tenham sentido um pouco o fuso horário, já que em Israel seria 3h da manhã. Como domingo vamos jogar num horário em que estamos mais acostumados, acho que o time não irá sentir tanto. Esperamos mais uma partida complicada, e a decisão ainda está em aberto - disse Goodes.  

Jeremy Pargo e Guy Goodes do Maccabi (Foto: Amanda Kestelman)Observado por Jeremy Pargo (à esq.), Guy Goodes acredita que a decisão ainda está aberta (Foto: Amanda Kestelman)


Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.