| Futebol

Rival do Fla, Maccabi terá recepção e festa no Rio, mas não toda a torcida

Comunidade Judaica da cidade prepara apoio ao time israelense de basquete, mas<br>os rubro-negros não vão &quot;virar a casaca&quot; na torcida pelo título do Mundial de Clubes

Na próxima semana, a Arena da Barra voltará a se vestir de vermelho e preto. Não há dúvidas de que as cores do Flamengo e a força de sua torcida vão ser predominantes na disputa do Mundial de Clubes, nos dias 26 e 28 de setembro, diante do Maccabi Tel Aviv. No entanto, a comunidade judaica do Rio de Janeiro está preparando uma recepção especial para o clube israelense. Esta é a primeira vez que um time de basquete do país jogará na cidade. A mobilização deve ser grande, uma vez que 30 mil judeus moram na cidade carioca atualmente.

Comemoração Maccabi Tel Aviv (Foto: Reuters)Comemoração do Maccabi Tel Aviv após a conquista da Europa (Foto: Reuters)

- A chance de ver o time por aqui movimentou bastante a comunidade judaica brasileira. Todos querem assistir aos jogos, porque são duas equipes de alto nível técnico e vale o título mundial de clubes. Temos recebido muitos emails de pessoas interessadas em comprar ingressos para os jogos, mas a FIBA (Federação Internacional de Basquetebol) ainda não autorizou o início das vendas, o que deve acontecer nestes próximos dias. Os que gostam de basquete, em particular a comunidade judaica no Rio, estão ligados neste evento. Acredito que muitos irão torcer pela equipe israelense, mas a grande maioria na Arena será de torcedores do Flamengo. A ex-presidente Patrícia Amorim é uma delas. O atual vice-presidente de futebol, Alexandre Wrobel, também é da comunidade. E todos são unânimes – ''Uma vez Flamengo, sempre Flamengo''. Portanto, creio que os torcedores dos outros times vão se sentir mais à vontade na hora de torcer pelo Maccabi Tel Aviv - disse Cinthia Griner, diretora executiva da Macabi Rio, entidade máxima do esporte na comunidade judaica do Rio de Janeiro.

Flamengo x Paulistano final NBB basquete (Foto: Luiz Pires / LNB)Time israelense enfrenta o Flamengo diante da torcida rubro-negra (Foto: Luiz Pires / LNB)





Durante a estadia no Rio de Janeiro, a equipe do Maccabi será recebida em um evento da comunidade carioca. A festa terá parte da renda revertida para os projetos sociais do time, inclusive um que envolve ajuda para crianças do sul de Israel, área mais atingida pelos conflitos recentes com o grupo Hamas.

saiba mais
  • Concorra a ingressos para o NBA Global Games

 - O Maccabi Tel Aviv é a maior associação esportiva em Israel, com 13 modalidades olímpicas federadas. Como clube, além das escolinhas e equipes esportivas, ele é bastante envolvido com projetos sociais. Hoje, o principal programa social desenvolvido no país é com crianças que moram no Sul de Israel, que sofreram muito com os foguetes lançados pelo Hamas durante o recente conflito. E é este projeto que será apresentado no jantar de adesões, organizado pela Macabi Rio e pela Macabi Brasil, em parceira com o clube israelense. O time também vai visitar um projeto social na Rocinha - contou Cinthia Grinner.

O Maccabi Tel Aviv conquistou o direito de disputar o Mundial de Clubes após ganhar, pela sexta vez, a Euroliga de basquete. Na final, o time israelense venceu o Real Madrid. Já o Flamengo é o atual campeão da Liga das Américas, batendo o Pinheiros na decisão. Os jogos serão disputados na sexta-feira (dia 26), às 21h30, e no domingo (28/9), às 12h.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.