O jogador não cita o técnico da equipe, Zé Ricardo, mas faz a reclamação. O áudio circula nas redes sociais desde domingo a noite, um dia após o Fla empatar e ser eliminado diante do Vasco, no duelo em que o lateral foi substituído no segundo tempo por Ronaldo.

Rodinei, por meio da assessoria de imprensa do time, explicou o caso, alegando estar em um momento com a família, e que após conversa com o treinador, "tudo ficou esclarecido".

"Foi um comentário, num momento de descanso com a minha esposa e amigos, onde falo, num contexto que não foi filmado, o quanto um jogador fica chateado quando é levado para um jogo e acaba não sendo relacionado dentre os 18. Isso é normal, pois todo jogador quer ir para o jogo, não apenas eu. Não muda absolutamente nada o enorme respeito que tenho pelos meus companheiros e o professor Zé Ricardo, que tem feito um grande trabalho. Jamais foi a minha intenção criticá-lo. Inclusive ja conversamos e tudo foi esclarecido. No mais, foco no jogo contra o Atlético-PR e que a Nação faça uma grande festa no Maracanã e a gente possa vencer mais uma partida. O importante é o Flamengo sair vencedor ", declarou Rodinei.