• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Rodrigo Caio define título no Morumbi como ‘casualidade’ e afirma: “Não para por aí”

Na noite da última quinta-feira (25), o Flamengo chegou ao seu oitavo título do Campeonato Brasileiro. Mesmo perdendo para o São Paulo por 2 a 1, o Rubro-Negro se manteve à frente do Internacional, que não superou o Corinthians e ficou em segundo lugar na tabela de classificação. Em meio ao título comemorando dentro do Morumbi, Rodrigo Caio definiu como casualidade e afirmou que vem mais pela frente

Com certeza. Eu vivi muitas coisas ali dentro. Quando cheguei ao Morumbi, passou um filme na minha cabeça. Foram sete, oito anos vestindo aquela camisa. Eu estava entrando para fazer história pelo Flamengo, e para mim isso é o que mais importa, deixo isso bem claro. Quando cheguei no Flamengo, foi um momento-chave na carreira, eu sabia que era uma oportunidade de ouro que eu tinha que agarrar com unhas e dentes -, disse, antes de continuar:

Era uma retomada. E queria voltar a jogar em alto nível, porque acreditava que eu tinha potencial para voltar para voltar para Seleção, ser protagonista no clube e fazer história. Ser campeão dentro do Morumbi foi uma casualidade. Não para por aí, tem mais pela frente -, finalizou, em entrevista ao GE.

Rodrigo Caio, assim como os demais jogadores da equipe principal do Flamengo, recebeu 15 dias de folga. Apesar disso, a temporada 2021, que começa com o Campeonato Carioca, já tem data para iniciar: terça-feira (02), quando o Mais Querido enfrenta o Nova Iguaçu, a partir das 21h30 (horário de Brasília), no Maracanã. Para o começo do torneio, o Mengo mandará a campo uma mescla de jovens do sub-20 com atletas profissionais que foram pouco utilizados em 2020.

Publicado em colunadofla.com.