| Futebol

Rodrigo Tostes: "nosso legado é a credibilidade de volta"

Vice-presidente de finanças comprova mudança de imagem do Flamengo no mercado

VP destaca mudança na imagem do clube

VP destaca mudança na imagem do clube

Na última parte da entrevista com Rodrigo Tostes, vice-presidente de finanças do Flamengo (leia a primeira parte aqui e a segunda aqui), o torcedor pode conhecer mais sobre a evolução econômica do clube e aquilo que o torcedor rubro-negro pode esperar para os próximos anos. Apesar de lembrar que a reforma financeira requeira alguns sacrifícios, Tostes fez questão de reforçar que o Rubro-Negro lutará cada vez mais por títulos.

Confira a terceira, e última, parte da entrevista:

É importante frisar bem esse superávit inédito no futebol brasileiro de R$ 61 milhões? 
Tostes: Nós estamos em um caminho de mudança no futebol. Um dos legados que queremos deixar no clube é mostrar que é possível fazer. Existe pressão, cobrança, mas temos de deitar a cabeça no travesseiro e nos perguntarmos se estamos ou não fazendo a coisa certa. E realmente acredito que estamos. Quem não acredita na profissionalização do futebol, na profissionalização dos clubes, acha que estamos indo por um caminho errado. Mas, nós não pagaremos mais 700 mil, 800mil, um milhão de reais por um atleta e deixar o salário de funcionários aqui dois, três meses atrasados. Não existe essa possibilidade.

Hoje, daremos um passo de cada vez. Em 2013 tínhamos problemas, hoje eles são menores. Não existe mais imprevisibilidade. Das surpresas que tínhamos que encontrar, a última foi a do Banco Central, que encontramos recentemente de uma coisa totalmente absurda. Mas a tendência é que isso não aconteça mais. A gente tem previsibilidade. Sentamos com Wrobel, com o Alexandre Póvoa, e conseguimos programar e planejar nossos investimentos, dando um passo de cada vez, mas o importante é andar pra frente.

Qual foi a decisão mais difícil que você teve de tomar até agora nessa parte financeira?
Tostes: Como torcedor apaixonado, é colocar a paixão e a razão no mesmo pote. É muito difícil, mas a gente tem que fazer. Costumo dizer que o Flamengo já foi Campeão Mundial, Campeão Carioca, da Copa do Brasil, do Brasileiro, mas o maior legado que deixaremos é trazer a credibilidade rubro-negra de volta. Pode ter certeza que ganharemos muitos títulos. O que acreditamos é que precisamos resgatar a marca, resgatar o clube, para darmos esse passo de uma forma consistente.

Nós não vamos mais lutar um ano para ser campeão, e no outro para não ser rebaixado. Isso não vai mais acontecer. É um passo de cada vez, e nos estamos no caminho certo. A decisão mais difícil é cumprir tudo isso que estou te dizendo e reduzir o nível de investimento sabendo que estamos com R$ 60 milhões em caixa e temos de pagar a dívida do passado. Podíamos estar investindo em atletas, aqui dentro no clube, em uma condição muito melhor que temos hoje, mas sabemos que estamos fazendo o certo. A Nação pode confiar que hoje o dinheiro que entra aqui tem destino certo e transparência. A gente publica os balanços, ou seja, as verbas estão sendo bem aplicadas e para o clube.

O que o torcedor pode esperar para 2015?
Pode esperar uma evolução. Um time melhor, que consigamos cumprir nossos compromissos e que a cada dia estaremos seguindo e perseguindo um caminho certo. O caminho de uma credibilidade, de um Flamengo melhor, de mais força e de mais títulos. É assim que vamos chegar e cumprir todas as nossas metas.

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/20039/rodrigo-tostes-nosso-legado-e-a-credibilidade-de-volta

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.