Roger mostrou-se honrado com a investida do Fla, mas manteve seu planejamento de carreira. Ex-comandante do Atlético-MG, o técnico já declarou em diversas oportunidades que acredita ser essencial para um treinador começar trabalhos nos clubes desde o início das temporadas.

Sem acerto com o primeiro nome - e com poucas opções no mercado -, a cúpula flamenguista agora se vê em uma encruzilhada. A possibilidade de contratação de um técnico estrangeiro ganha força nesse cenário. 

​​