• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Rogério Ceni revela que Gabigol ‘jogou no sacrifício’ pelo Flamengo

Na última terça (24), o Flamengo empatou por 1 a 1 com o Racing pelo jogo de ida das oitavas de final da Libertadores. Com isso, o Rubro-Negro tem a vantagem de decidir a classificação no Maracanã, dia primeiro de dezembro. Este jogo marcou a volta do ‘quarteto mágico’ após três meses sem atuarem juntos. Em meio à convocações e lesões, Arrascaeta, Everton Ribeiro, Bruno Henrique e Gabriel Barbosa retornaram ao time titular.

Gabigol voltou ao time após ser desfalque nos dois últimos jogos. O atacante saiu lesionado contra o Atlético Goianiense e foi ausência contra São Paulo e Coritiba. Na partida contra o Racing, o jogador começou como titular, mas foi substituído no início do segundo tempo. Em entrevista coletiva, Rogério Ceni revelou que o camisa 9 foi para o duelo ‘no sacrifício’.

– O Gabigol jogou 56, 57 minutos, aí já era previsto que ele não estaria 100% ainda. Ele ficou uma semana em tratamento, reforço, tinha um edema na coxa, melhorou, fez sacrífico, se doou e jogou o máximo de tempo que a condição dele permitiu.

Após o fim da partida o Flamengo utilizou as redes sociais para tranquilizar a Nação e informou que a substituição do Gabigol estava dentro do planejado pelo departamento médico. Além disso, o atacante concedeu entrevista coletiva e detalhou a situação.

– Sim, acho que vim de uma lesão no tornozelo, depois acabei sentindo a coxa. mas estamos tomando todos os cuidados que a gente pode. Vinha trenando bem, me sentindo bem a cada treino e jogo, mas tem que ter cuidado. Nosso staff e departamento médico tem cuidado. Era programado eu jogar só essa etapa do jogo. E agora é bom que temos uma semana até a próxima partida e quem sabe ficar 100%.

 

Publicado em colunadofla.com.