| Futebol

Rubro-negro campeão brasileiro na modalidade Dadinho

Brayner Wertmuller não deu chance aos adversários e superou Alex Lage, do TTC, por 4x2 na final

flameng - Rubro-negro campeão brasileiro na modalidade Dadinho
Após dois dias de partidas eletrizantes, Brayner Wertmuller conquistou o Campeonato Brasileiro de Dadinho 2016, deixando o clube da Gávea cada vez mais em evidência no cenário nacional do Futmesa. Realizado nos dias 22 e 23 de outubro no Clube Curitibano, em Curitiba, o rubro negro venceu a Série Ouro, superando nomes importantes da modalidade, como Alex Lage, seu adversário da final, que representava o Tijuca Tênis Clube.

Após o revés de 2015, quando conquistou o vice-campeonato em São Paulo, Brayner se superou e levou o título de 2016 para o clube da Gávea.

’’Depois de bater na trave nas últimas tentativas, finalmente consegui soltar esse grito entalado. Foi, provavelmente, o campeonato brasileiro de mais alto nível que eu já participei. Dezenas de pessoas disputando o título, dentre elas quase todos os craques que eu conheço e admiro. Sabia que teria que me superar de várias formas para conseguir esse tão sonhado título. Gostaria muito de agradecer a todos os atletas do Flafutmesa. Além de sermos um grupo de jogadores, somos uma família’’, declarou o craque em uma rede social.

Após conquistar a melhor campanha nas duas primeiras fases, realizadas neste sábado (21), Brayner adquiriu a vantagem do empate para o restante da competição, que contou com 80 atletas. Já no domingo, dia decisivo que se iniciou apenas com os 20 mais bem colocados no torneio, distribuídos em cinco equipes, o rubro-negro foi sorteado justamente para o grupo do também rubro-negro Ronald Neri. Os dois confirmaram o favoritismo, conquistando as duas vagas do grupo.

Nas quartas de final, primeira fase do mata-mata, Brayner começou perdendo por 2x0, até que conseguiu diminuir a diferença e empatar o jogo faltando menos de dez segundos para o fim da partida. O critério de desempate o classificou para as semifinais, devido ao seu ótimo aproveitamento na fase de grupos. Na semi, durante boa parte da partida, também esteve perdendo por 2x0, porém, com a calma e experiência adquirida ao longo de sua carreira,conseguiu virar o placar negativo e garantir a vaga para a final.

Na grande final, Brayner enfrentou Alex Lage, do Tijuca Tênis Clube. Um jogo antes considerado imprevisível foi tomando sua forma logo pouco após o apito inicial:o atleta da Gávea, sem muitas dificuldades, abriu 2x0 logo no início da partida e controloutodo o jogo, vencendo por 4x2.Após 16 vitórias, 4 empates e apenas 1 derrota,Brayner Wertmuller levou mais um importante título para o mais querido.

Currículo invejável - Com a mais nova conquista, o rubro-negro, que tem pouco mais de cinco anos no clube, já possui um vasto histórico de conquistas: individualmente, são duas Copas do Brasil e um Campeonato Brasileiro; além de um Brasileirão por equipes. Atualmente, está em busca do bicampeonato estadual contra a equipe do América, partida que ocorrerá neste mês de novembro, na Associação Atlética Banco do Brasil – AABB-Rio.

Ninho de craques – Além do grande campeão Brayner, o clube da Gávea também mostrou que possui outros talentos na competição nacional. O também rubro-negro Ronald Neri chegou às quartas de final e conquistou o quinto lugar na Série Ouro, enquanto Bruno Romar foi o campeão da Série Prata.

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/24381/rubro-negro-campeao-brasileiro-na-modalidade-dadinho

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.