| Futebol

Rubro-negros José Aldo, do UFC, e Cairo Santos, da NFL, se encontram no Rio

Atletas recebem Manto Sagrado personalizado na academia onde treina o lutador brasileiro

flameng - Rubro-negros José Aldo, do UFC, e Cairo Santos, da NFL, se encontram no Rio

Encontro de José Aldo e Cairo Santos

Na manhã desta segunda-feira (27), o lutador de MMA José Aldo recebeu a visita de Cairo Santos, primeiro jogador brasileiro da NFL, a liga nacional de futebol americano dos Estados Unidos. O encontro dos torcedores rubro-negros aconteceu na academia Upper, no bairro do Flamengo, Zona Sul do Rio de Janeiro, onde Aldo treina com sua equipe, a Nova União. Os atletas receberam de presente um Manto Sagrado personalizado e declararam amor ao clube.

Cairo Santos começou a se interessar pelo futebol americano em 2007, quando foi estudar um ano de high school na cidade de St. Augustine, no estado da Flórida. No começo, o atleta gostava mais do "soccer" mas, a convite de colegas, resolveu jogar "football", o futebol americano. Logo notaram que Cairo tinha um chute próprio de grandes "kickers" do futebol americano e ele foi convidado a participar do time principal da escola onde estudava.

Em seguida, Cairo conseguiu uma bolsa de estudos para jogar futebol americano na Universidade de Tulane, em Nova Orleans. Em 2012, ele acertou um field goal de 57 jardas, um recorde na instituição. Além disso, neste mesmo ano, ele foi o primeiro brasileiro a ganhar o Lou Groza Award, como melhor kicker da temporada. Em maio de 2014, Cairo assinou com o Kansas City Chiefs e, em agosto, conquistou a posição de titular, se tornando o primeiro brasileiro a disputar uma temporada na NFL.

De férias, Cairo Santos analisou o crescimento do esporte no Brasil e revelou uma "inspiração especial" quando chuta a bola oval.

"O futebol americano está numa crescente no Brasil. É muito legal vermos isso acontecer no nosso país de origem. A tendência é crescer mais e mais. Em relação ao Flamengo, é o meu time de coração. Tenho vários amigos e familiares que também são. Uma lembrança marcante é o gol do Pet em 2001. Inesquecível. Admito que de vez em quando vou chutar a bola e lembro daquele lance. Sempre quando posso acompanho os jogos, minha maior vontade é ir ao Maracanã ver o Mengão jogar", contou o atleta. 

No encontro, José Aldo recebeu de Cairo uma camisa do Kansas City Chiefs, uma bola autografada pelo atleta e comentou com bom humor sua experiência com a bola oval e a paixão pelo Rubro-Negro.

"Uma vez me chamaram para participar de um evento no Canadá, fui chutar a bola de futebol americano e tava tão frio que parecia que estava chutando uma pedra. Doeu muito. Não sei como vocês conseguem. No octógano é diferente. A adrenalina é tão grande ali que raramente sinto o chute. Nesse evento, consegui acertar um chute de 45 jardas. Os jogadores de lá ficaram bolados (risos). Sempre quando posso acompanho os jogos da NFL. No começo jogava videogame para entender as regras. Gosto e torço para os Patriots, mas agora que temos um brasileiro nesse esporte e ainda por cima rubro-negro, vou torcer para os Chiefs. Sobre o Flamengo, fica até difícil falar, é a minha grande paixão, sou rubro-negro doente. Vibro nas vitórias e sofro nas derrotas. Acho que a diretoria está fazendo um grande trabalho, contratando jogadores bons e tenho certeza que o time vai encaixar", disse o lutador.

A próxima luta de José Aldo será contra o americano Frankie Edgar. O confronto acontecerá no dia 9 de julho, em Las Vegas, pelo UFC 200. Cairo, por sua vez, volta suas atenções à pré-temporada da NFL, que começa em agosto.

*colaborou sob supervisão de Isabela Abirached

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/23630/rubro-negros-jose-aldo-do-ufc-e-cairo-santos-da-nfl-se-encontram-no-rio

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.