Rueda admite sondagens ao Flamengo, mas diz que pretende ficar

Rueda admite sondagens ao Flamengo, mas diz que pretende ficar

O Flamengo não tem garantias de Reinaldo Rueda de que permanecerá no clube. Nos últimos contatos, o treinador admitiu o que chamou de sondagens, mas negou propostas formais, por exemplo, da seleção chilena. Mesmo diante da incerteza, o Rubro-Negro não vê seu planejamento sob risco, embora espere uma posição definitiva do treinador na próxima segunda-feira.

LEIA TAMBÉM: Confira detalhes da pré-temporada dos clubes cariocas

Rueda tem dito aos dirigentes que, em princípio, pretende permanecer. O que, na visão dos rubro-negros, não é uma garantia absoluta. Mas o clube não pretende romper o contrato, o que significaria pagar a multa rescisória. Um dos motivos, além do financeiro, é a tese de que as ações de mercado — que não serão muitas — não dependem tanto do treinador, que participou de discussões sobre reforços.

ENTREVISTA: Presidente da Ferj reúne clubes para discutir violência, mas afima que 'risco vem das ruas'

Um dos fatores que causa inquietação são as versões publicadas na imprensa chilena. Com riqueza de detalhes, relatam encontros de Rueda com dirigentes da federação do país, interessada em tê-lo na seleção local. Na terça-feira, os jornais chilenos garantiram que um aumento da proposta salarial teria deixado Rueda perto de fechar contrato.