| Futebol

Rueda almeja crescimento no Brasileiro: "Só em campo poderemos mudar essa situação"

Treinador fala aos jornalistas antes do duelo diante do Cruzeiro

flameng - Rueda almeja crescimento no Brasileiro: "Só em campo poderemos mudar essa situação"

Rueda durante entrevista coletiva no CT

Na volta aos trabalhos no Ninho do Urubu após a derrota por 3 a 1 para o Grêmio em Porto Alegre, o técnico rubro-negro Reinaldo Rueda concedeu entrevista coletiva na Sala de Imprensa Victorino Chermont. Rueda comentou sobre o revés do último fim de semana, pedindo para que o grupo vire a página para o confronto dessa quarta-feira (08), contra o Cruzeiro. 

Sócio-torcedor tem mais Flamengo em vídeos da FlaTV Nação Rubro-Negra, com entrevistas exclusivas dos jogadores! Clique e sinta o orgulho de ser sócio-torcedor.

A melhor maneira de recuperar a confiança antes de entrar em campo novamente é na base da conversa, segundo o treinador. "Apenas com diálogo com os jogadores, aproveitando as poucas horas e tendo diálogos individuaus. Analisando a situação, ouvindo o que dizem os jogadores e assumindo a responsabilidade. Houve um abalo mental, então temos que nos liberar desse jogo e pegar o que fizemos de melhor para nos prepararmos para a próxima partida", disse.

Durante a conversa com os jornalistas, Rueda descartou a participação de Juan no confronto. O zagueiro segue em fase de recuperação junto aos profissionais do CEP FLA, dando continuidade ao processo de transição para os trabalhos com bola no gramado. "Juan não joga amanhã. Ele está bem, em transição. Já saiu do departamento médico. No entanto, ainda não está 100%. É melhor prevenir uma recaída, então o prepararemos para o jogo seguinte", comentou o treinador.

O comandante rubro-negro projetou a reta final do Campeonato Brasileiro, com importantes partidas por vir até a conclusão da competição. Nessa rodada, o Mais Querido contará com o apoio da Nação diante do Cruzeiro para reencontrar o caminho das vitórias. Contra o time mineiro, um resultado positivo prova-se fundamental para as pretenções rubro-negras, mas não será uma tarefa fácil, como ressalta Rueda.

"É a tendência do Brasileirão. As últimas rodadas são sempre mais intensas. Todas as equipes têm uma exigência altíssima de bom rendimento visando a melhor posição na tabela. Para o Flamengo, está muito difícil. São equipes fortes, que estão buscando se consolidar. Temos que assimilar isso e saber que só em campo poderemos mudar essa situação", frisou.

Confira os principais trechos da entrevista de Reinaldo Rueda:

Tática diante do Grêmio
Jogamos com cinco volantes. Éverton, Arão, Ribeiro, Araújo e Cuéllar. Não foram três, mas cinco. A primeira situação de gol foi com o Arão atacando o espaço livre. Foi uma situação especial, porque Arão é bom finalizando, mas tem sua face defensiva. Depende do jogo. Na fase defensiva, são quatro volantes. um 4-5-1. Na fase ofensiva, temos um 4-1-4-1. Essa flexibilidade depende do momento do jogo, do rival. Creio que não seja tão relacionado às características dos jogadores, mas sim às funções que eles cumprem.

Ausências na equipe
Vocês sabem que não é fácil. Nesse jogo contra o Grêmio, tivemos 5 jogadores titulares fora. Me diga que equipe do Brasileirão teve isso? Juan, Eéver, Diego, Berrío e Paolo. E tivemos 70 minutos jogando bem. Não é fácil ganhar sem um goleador. O maior artilheiro do Flamengo (no Brasileiro) é Diego, com 8 gols. Paolo tem 6.

Paquetá no meio-campo
Contra o Grêmio ele jogou só nos últimos minutos, mas nessa posição temos jogadores com mais ritmo. Uma grande qualidade do Paquetá é que ele se adapta para jogar em diversas posições na frente. Não são suas posições naturais, mas ele tem muito caráter, joga pela equipe e é muito generoso em seus esforços. É um jogador com muito talento, coração e raça para jogar em qualquer posição que precisarmos.

Lincoln no time principal
Solicitei Lincoln antes da Copa do Mundo (Sub-17) com a Seleção Brasileira. Torcemos muito pelo seu sucesso. Agora, graças a Deus, está de volta conosco. É um garoto com muito futuro, com boa técnica e muito cerebral, centrado. Fez poucas sessões de treinamento conosco, mas as fez muito bem. Esperávamos trazê-lo até antes do problema de Paolo.

Equilíbrio do Campeonato Brasileiro
É uma grande experiência para mim. O Brasileirão é muito competitivo, cada posição é muito disputada. A cada rodada estamos focados em conquistar essa vaga, como falamos há duas semanas antes. É um futebol muito internacional no Brasil. É muito competitivo, disputado. Todo jogo é intenso e difícil.

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/26300/rueda-almeja-crescimento-no-brasileiro-so-em-campo-poderemos-mudar-essa-situacao

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.