| Futebol

Rueda relaciona Vinicius Jr. para o clássico e projeta: "É possível que tenha alguns minutos"

Atacante retomou as atividades com bola junto ao restante do grupo nesta semana

flameng - Rueda relaciona Vinicius Jr. para o clássico e projeta: "É possível que tenha alguns minutos"

Rueda durante entrevista coletiva no CT

Fechada a preparação para o primeiro Fla-Flu pela Conmebol Sul-Americana, o técnico Reinaldo Rueda compareceu à Sala de Imprensa Victorino Chermont, no Ninho do Urubu, para conceder entrevista coletiva. Durante a conversa com os jornalistas, Rueda confirmou que Vinicius Jr. está na lista dos relacionados para o clássico, projetando uma participação do Garoto do Ninho no decorrer da partida dessa quarta-feira (25).


"Vinicius cumpriu sua fase de transição e participou do trabalho com a equipe, mas é difícil iniciar. O treinamento é diferente de um jogo em altíssimo nível contra o Fluminense. É possível que tenha alguns minutos. Ele está relacionado para a partida", confirmou o técnico colombiano.

O lado negativo, no entanto, fica por conta de Paolo Guerrero. O peruano foi liberado por Rueda e não participará da partida que abre a decisão da vaga para a semifinal da competição internacional. Guerrero deixou o treino da última segunda-feira sentindo dores no músculo posterior da coxa direita, motivo também de sua substituição no duelo contra o Bahia na Ilha do Urubu.

"Paolo, no jogo contra o Bahia, saiu no segundo tempo apresentando dores no músculo posterior da coxa e está nesse processo de reabilitação. Ontem tentou treinar e apresentou pequenas dores. Está com o departamento médico e veremos como será a evolução", disse Rueda, que analisou a possibilidade de participação do centroavante no Fla-Flu. "Creio que será muito difícil. Procuraremos evitar que a lesão se agrave ainda mais", completou.

O bom momento de seu compatriota Gustavo Cuéllar foi outro dos tópicos abordados durante a entrevista. Rueda rasgou elogios ao volante, comentando sobre sua participação dentro das quatro linhas e traçando um paralelo com a evolução de outros atletas que vêm apresentando um aumento no rendimento desde a chegada de 'El Catedrático' ao Mais Querido. 

"Em todos os jogadores (a evolução) foi igual. Comprometimento, aproveitar suas qualidades. Penso que é um jogador muito inteligente, com muita raça e caráter. Foi muito importante sua participação. É muito positivo o quanto tem crescido. Conversei com ele que ainda pode dar mais. Em seu melhor momento no Atletico Junior Barranquilla jogou em uma dimensão ainda maior, mas podemos ver que ele está melhorando muito", elogiou.

Carregando o aspecto decisivo de um mata-mata válido por uma competição internacional, a partida diante do Fluminense tem todos os componentes de um duelo histórico. Nos seis confrontos disputados entre as equipes na atual temporada, são somadas duas vitórias para o Mais Querido e quatro empates, números que ressaltam o equilíbrio do clássico. Com a expectativa de um Maracanã lotado, Rueda falou sobre o que esperar desse Fla-Flu.

"Penso que seja um rival com muita boa estrutura e orientação. É um conhecimento bilateral. Nós os conhecemos e eles nos conhecem. Não há nenhum mistério. Se conhece a característica dos jogadores, o estilo de jogo, as qualidades e as deficiências. Tudo passará por um jogo inteligente e de grande aplicação", analisou.

Veja outros trechos da entrevista coletiva de Reinaldo Rueda:

Mudanças na equipe e ausência de Geuvânio
A premissa básica é sempre estabilizar a equipe posição a posição, com característica de jogo. Seremos 'visitantes' e buscaremos outras alternativas sempre. Geuvânio fez 45 minutos contra o São Paulo e não teve chance de se recuperar bem. Ele é um jogador importantíssimo, mas não vinha tendo uma sequência de jogos.

Conquistar a Conmebol Sul-Americana
É nosso grande objetivo. Precisamos ganhar, é uma copa importantíssima. É muito difícil, mas estamos no caminho. Temos que ir jogo a jogo trabalhando essa possibilidade. Seria muito positivo e reconfortante em termos de ânimo. Estamos trabalhando para chegarmos lá.

Treinos fechados à imprensa
Normalmente é sempre fechado um dia antes dos jogos. É um protocolo universal, mas, por respeito, permitimos a participação da imprensa para os 20 minutos finais. A nível internacional, inclusive a coletiva é em outro momento. Por situações de concentração da equipe, de bolas paradas, da concentração dos jogadores. Muitos fatores que fazem parte do protocolo internacional.

Sequência de clássicos
A cada dia falamos o mesmo: o próximo jogo é o mais importante. Não há jogos fáceis no Brasil, ainda mais para o Flamengo. Todas as partidas são intensas e muito difíceis. São todos jogos de altíssimo nível.

Características de Paquetá
Todos conhecemos o temperamento e o caráter do Paquetá. Se houve uma reclamação dele, foi pela companhia que precisava para recuperar essa bola. É normal por sua juventude, seu ímpeto e o momento que está vivendo na equipe. É uma boa mensagem saber que o Flamengo encontrou um jogador que tem essas características. Precisamos orientá-lo, mas é muito positivo o caráter que tem lucas e sua boa atitude.

Empate no último Fla-Flu
Todos os jogos são diferentes. É difícil falar. Considero que a avaliação que fizemos após esse jogo é de que precisamos mudar nossa iniciativa, sermos mais proativos. Fizemos ajustes importantes, porque não estavam Cuéllar, Guerrero e Trauco, que defenderam suas seleções nacionais. Fizemos um primeiro tempo aceitável, depois melhoramos e buscamos o resultado. Terminamos o segundo tempo melhor. É importante fazer do início um jogo proativo para melhorarmos nossas condições.

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/26200/rueda-relaciona-vinicius-jr-para-o-classico-e-projeta-e-possivel-que-tenha-alguns-minutos

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.