O São Paulo está disposto a pagar R$ 15 milhões pelo jogador - o valor seria dividido igualmente entre o Flamengo e o empresário de Everton, Carlos Leite. No entanto, o montante é considerado alto para um atleta de 29 anos e a diretoria são-paulina não descarta a possibilidade de envolver um jogador do próprio elenco para diminuir o montante pago.

A ida para o São Paulo é bem visto por Everton e seus empresários, já que o estafe vê o atacante como um dos jogadores mais regulares do Flamengo na última temporada, mas acredita que o camisa 22 não é propriamente valorizado.

​​

​​