| Futebol

Seis pontos acima da meta de Luxa, Fla inicia novo bloco de quatro jogos

Nas contas do treinador, ideal é aproveitamento de 50% a cada sequência estabelecida no início de seu trabalho. Nova série inicia quarta-feira contra o Goiás


Vanderlei Luxemburgo, Flamengo X Grêmo (Foto: Getty Images)Luxa, contra o Grêmio: meta de quatro jogos (Foto: Getty Images)

Quando assumiu o Flamengo às vésperas do confronto com o Botafogo, o técnico Vanderlei Luxemburgo afirmou que o time precisaria conquistar 50% dos pontos até o fim do Campeonato Brasileiro para se livrar do rebaixamento. Internamente, dividiu a competição em blocos de quatro jogos. Nos dois primeiros, o desempenho foi acima da expectativa e, por isso, a derrota para o Grêmio não teve um impacto maior na tabela de classificação.

Em cada um dos dois primeiros blocos, o Flamengo conseguiu três vitórias e uma derrota, com nove pontos conquistados - no total, foram oito jogos, com seis vitórias e duas derrotas, com 18 pontos. O aproveitamento de 75% só está abaixo do conquistado pelo Cruzeiro, líder absoluto do Campeonato Brasileiro, em toda a competição.

Nesta quarta-feira, contra o Goiás, em Cuiabá, o Flamengo vai iniciar o terceiro bloco de quatro jogos. Ainda terá pela frente o Corinthians, no Maracanã, o Palmeiras, no Pacaembu, e o clássico com o Fluminense. No primeiro turno, foram quatro pontos conquistados contra esses adversários, abaixo do que Luxemburgo planeja.

- Começamos mal (contra o Grêmio) e depois tivemos altos e baixos. Poderíamos embalar. A equipe procurou fazer o gol, jogou para frente. O Grêmio jogou por uma bola e acabou fazendo. O resultado de empate já seria ruim, mas é uma situação em que estamos em uma posição no meio da tabela e vamos procurar ganhar mais uns três jogos no início do returno para subir mais - comentou o atacante Alecsandro.

Discurso afinado entre Luxa e jogadores

O discurso dos jogadores é exatamente o mesmo de Luxemburgo, o que demonstra uma sintonia. Contra o Grêmio, ele teve uma série de desfalques e poderá contar com algumas peças importantes no confronto com o Goiás, como Wallace e, principalmente, Everton. Além disso, espera pelo retorno de Cáceres, que está com a seleção paraguaia e atuou domingo contra os Emirados Árabes em amistoso disputado na Áustria.

Outra situação a ser analisada é a questão física dos jogadores que atuaram nessa sequência de jogos contra Vitória, Coritiba e Grêmio. Sete estiveram em campo em todos eles: Paulo Victor, Léo Moura, João Paulo, Márcio Araújo, Canteros, Gabriel e Alecsandro. Três sequer foram substituídos: Paulo Victor, João Paulo e Canteros.

- Lutamos bastante, mas infelizmente uma bola no fim matou o jogo. Tem que recuperar, pois quarta-feira já temos um jogo difícil contra o Goiás. Talvez, se não tivéssemos feito um bom jogo, eles (torcedores) não iriam aplaudir - comentou o volante Márcio Araújo.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.