>>> #Hexa90min – ​Concorra a uma camisa da Seleção Brasileira

No entanto, ​Corinthians e ​Flamengo não aceitaram receber uma cota igual aos demais e farão uma negociação própria - eles apenas concordaram em participar da venda conjunta de direitos internacionais -, conforme detalha o ​blog do Rodrigo Mattos. Mesmo assim, os outros 18 clubes seguirão dividindo os mesmos R$ 137 milhões oferecidos pelo grupo de investidores organizado pelo banco Riza Capital.

O Fla, que já acertou uma parceria com o Maracanã (depende apenas do aval do Conselho Deliberativo), irá explorar este tipo de ativo dentro do estádio, podendo também lucrar com propagandas nos telões. Já o Timão acredita que as placas podem ser incluídas em eventual acordo para os naming rights de sua Arena ou oferecidas a seus patrocinadores, o que ajudaria no aumento de receita para cobrir um pagamento mensal de R$ 6 milhões ao BNDES pelo empréstimo concedido quando da construção do empreendimento na zona leste de São Paulo. Enfim, ambos têm a convicção de que podem obter mais do que os R$ 7 milhões anuais que os outros 18 times da elite do futebol nacional.