| Futebol

Sem Diego, Fla aposta em Guerrero contra o Atlético-PR na Libertadores; números como visitante são ruins

flameng - Sem Diego, Fla aposta em Guerrero contra o Atlético-PR na Libertadores; números como visitante são ruins

No primeiro compromisso pela Libertadores sem seu principal jogador, Diego, o Flamengo aposta todas as suas fichas em Guerrero no reencontro com o Atlético-PR, hoje, 21h45, na Arena da Baixada. A presença do meia, até aqui, coincidiu com as boas apresentações em casa, contra San Lorenzo e Atlético-PR (o camisa 10 marcou um gol em cada jogo) e até fora, apesar da derrota para a Universidad Católica no Chile. Uma exibição à altura das que o time produziu com Diego é essencial para encaminhar a classificação.

— Temos nove pontos em disputa. Sabemos que uma vitória é um passo grande rumo à classificação. Para nós é fundamental pontuar e tentar classificar em um grupo difícil. O Flamengo quer muito essa vaga, e isso passa por uma grande atuação — afirmou o técnico Zé Ricardo.

Líder do grupo 4 com seis pontos, o Flamengo chegaria a nove com uma vitória até hoje não repetida na Arena da Baixada — a única foi em 2011. De acordo com levantamento do site "Futdados", que analisa as pontuações de times classificados às oitavas de final da Libertadores neste século, 65% dos clubes que atingiram tal pontuação conseguiram avançar. Ou seja: a vitória deixaria o rubro-negro carioca com mais de meio corpo no lado da classificação, mas o empate também não é ruim fora de casa.

Como visitante, o Flamengo não tem costume de surpreender na Libertadores. Em 24 partidas desde 2002, nas últimas seis participações, foram apenas sete vitórias, com três empates e 14 derrotas. A última contra a Universidada Católica no Chile. O aproveitamento é de apenas 34%. Para mudar o histórico, será preciso se impôr na casa do adversário.

Base mantida

O técnico Zé Ricardo confirmou que vai mandar a campo o time base que venceu o Botafogo no Estadual, com três volantes e aposta em Guerrero no ataque. Sem Diego, o peruano sai mais da área para construir jogadas e segurar a bola na frente.

—O crescimento do Paolo tem a ver com a personalidade dele. Sabia que sem o Diego tinha que assumir protagonismo que esperamos. Está entendendo bem a função — explicou o treinador.

O zagueiro Donatti, que viajou sem dores após ficar fora no fim de semana, pode reaparecer. Com ele, o time manterá uma pegada forte no meio-campo e na defesa e sairá em velocidade, como fez contra o Botafogo.

—A gente tem a partida do Botafogo como base para jogar. Não necessariamente mesmos atletas, mas temos forma de jogar. E sentimos segurança. As duas últimas atuações tivemos bom rendimento e queremos continuar nesse crescimento. Base da equipe deve ser a mesma de domingo — falou Zé Ricardo, confiante no resultado.

Fonte: http://extra.globo.com/esporte/flamengo/sem-diego-fla-aposta-em-guerrero-contra-atletico-pr-na-libertadores-numeros-como-visitante-sao-ruins-21255505.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.