| Futebol

Sem Fischer e Humberto, Fla encara Bauru completo na abertura do NBB 9

Enquanto a dupla rubro-negra segue se recuperando de lesões, dono da casa terá as estreias do armador Gegê e do ala Gui Deodato no clássico deste sábado, às 14h

flameng - Sem Fischer e Humberto, Fla encara Bauru completo na abertura do NBB 9

Se a comissão técnica do Flamengo que já não podia contar com o ala Humberto ainda optou em poupar Ricardo Fischer - o armador está em fase final de recuperação de uma lesão na parte posterior da coxa esquerda -, a do Bauru terá força máxima na abertura do NBB 9, neste sábado, às 14h, no ginásio Panela de Pressão, no interior paulista. O clássico, uma reedição da final das duas últimas edições da competição, ambas vencidas pela equipe rubro-negra, terá transmissão ao vivo do SporTV e cobertura em tempo real do GloboEsporte.com.

Apesar de reconhecer que enfrentar a equipe de Bauru é sempre difícil no Panela de Pressão, onde, segundo Marquinhos, a torcida faz sua parte e é muito 'chata', o camisa 11 do Flamengo aposta numa boa estreia fora de casa. Mesmo com um elenco reformulado e repleto de garotos, ele ainda acredita que os atuais tetracampeões são o time a ser batido na atual temporada.

- Seguimos com o posto de time a ser batido e teremos uma temporada muito difícil pela frente, já que nossos adversários ficaram cada vez mais forte. Temos que fazer algo diferente para continuar com nossa dinastia. Temos um time reformulado, mas todos na mesma sintonia, de querer vencer. Já vamos começar o campeonato com o gostinho de querer estar na final mais uma vez - afirmou o MVP da última temporada.

Mesmo sem entrar em quadra, Ricardo Fischer reencontrará pela primeira vez a torcida do Bauru desde que trocou o time paulista pela Gávea. Preparado para o pior, 

+ Competição promete ser a mais acirrada de todos os tempos. Veja as curiosidades!
+ A bola vai subir! NBB 9 começa neste sábado com 15 times e velhos rivais

Das ausências do técnico José Neto, a mais sentida sem sombras de dúvidas é a de Ricardo Fischer. O armador viajou com a delegação rubro-negra para o interior paulista, chegou a treinar com a equipe na sexta-feira, mas continuará de fora. Apesar de o jogador estar praticamente recuperado de uma lesão na parte posterior da coxa esquerda, a comissão técnica do Flamengo preferiu poupar seu principal reforço para a temporada 2016/2017.

Se Fischer deverá reencontrar seus antigos companheiros apenas fora de quadra, Gegê sentirá o gostinho de enfrentar seu ex-time pela primeira vez. Contratado a menos de uma semana da estreia, junto com Gui Deodato, que retorna ao Bauru, o armador deixou a equipe de Rio Claro após a equipe paulista encerrar suas atividades e ter sua saída do NBB oficializada pela Liga Nacional de Basquete. 

- Foi uma semana muito agitada para mim, uma pena uma equipe como Rio Claro fechar as portas, mas infelizmente aconteceu. Fiquei muito feliz com a oportunidade de vestir a camisa de Bauru, um time que sempre vem brigando por títulos e cada vez mais se fortalecendo, além de ser uma cidade que respira basquete e isso me motiva muito. Fui muito bem recebido aqui e espero poder retribuir dentro de quadra, pois não vai faltar disposição e comprometimento. Vai ser uma sensação estranha, com certeza, mas especial. Vou estar vestindo pela primeira vez a camisa do Bauru, diante da nossa torcida, que é fanática, empurra o time, contra o meu ex-time. Tenho amigos do outro lado, onde vivi momentos inesquecíveis, conquistei títulos e cresci na carreira. Mas, amigos, amigos, basquete à parte… Agora sou Bauru e vou fazer o melhor que puder para ajudar a minha nova equipe a sair vencedora e começar bem o NBB - disse Gegê.


Além dos dois reforços de última hora, o time comandado por Demétrius Ferraciú manteve a base formada por Alex Garcia, Léo Meindl, Jefferson e Hettsheimeir e ainda trouxe o americano Roy Booker e os experientes armador Valtinho e o pivô Shilton, bicampeão do NBB com o clube da Gávea. Com todos à sua disposição, o técnico do vice-campeão paulista aposta no mando de quadra para estrear com a mão direita.

- Será um grande jogo. Fazer a abertura do campeonato é sempre muito importante. Para nós é essencial a maneira como vamos entrar em quadra e a energia que teremos com nossa torcida para que nos apoiem e consigamos sair com uma vitória em uma partida importante como essa. Não podemos nos preocupar com as ausências do Flamengo, temos que focar apenas na nossa equipe - afirmou Demétrius.  

Flamengo e Bauru já se enfrentaram 31 vezes na história do NBB, e os cariocas levam ampla vantagem. São 22 vitórias dos cariocas contra nove dos paulistas. Nos clássicos disputados em Bauru, são dez triunfos dos visitantes e cinco dos donos da casa.

Fonte: http://globoesporte.globo.com/basquete/nbb/noticia/2016/11/sem-fischer-e-humberto-fla-encara-bauru-completo-na-abertura-do-nbb-9.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.