Será que tudo foram flores na gloriosa Era Zico ?

Será que tudo foram flores na gloriosa Era Zico ?

Sem nenhuma comparação,  entre o time atual com os áureos tempos da chamada Era Zico. Certamente, o período mais golorioso da trajetória Rubro-negra.

Mas naquele período,  também tivemos os nossos percalços. HoJe estamos vivendo a comoção de uma precoce desclassificação na sonhada Taça Libertadores das Américas. Mas será bom entendermos, que a vida tem que seguir, a temporada não está perdida. 

Voltando no tempo, vamos estabeceler que a Era Zico começou em 1974 e terminou em 1989, houve também o período em que o nosso maior ídolo transferiu-se para a Udinese da Itália em junho de 1983 e voltou em junho de 1985. Durante a Era Zico, tivemos 17 treinadores efetivos, sem contar os interinos.  Sinal que em vários momentos, a performance do time foi colocada em dúvida. Em alguns desses anos, sequer ganhamos um título de relevância, exemplos de 1975, 1976, 1977, 1985, 1988 .Também  muitos questionamentos da torcida , mídia, caças as bruxas etc, o célebre gol de Rondineli em 1978 nos salvou de um desmanche eminente . A cobrança e o passionalismo de hoje, também apareciam naqueles tempos. 

Podemos reviver alguns momentos em que o esquadrão Rubro-negro também foi bastante questionado, após derrotas doloridas.  A  queda  diante do Palmeiras por 4 x 1  no brasileirão de 79 , que nos eliminou e ascendeu o treinador Telê Santana a condição de ícone e técnico da Seleção Brasileira, depois de quase uma década sem títulos significativos. Já em 1980 também no brasileirão, que depois ganhamos, uma inesperada derrota para o Botafogo da Paraíba por 2 x 1 em pleno Maracanã, causou grande repercussão, com direito a "cristos" e "caças as bruxas".  Ao final do glorioso ano de 1980,  fomos eliminados do Carioca pelo Serrano de Petrópolis, com o lendário gol do obscuro Anapolina, não é preciso lembrar da péssima repercussão daquela derrota.Em 1981, ano também glorioso para o Flamengo, fomos eliminados pelo Botafogo no brasileirão, um 3 x 1 em que o meia alvi-negro Mendonça deu um drible por debaixo das pernas de Júnior causando grande furor e crírticas contundentes ao nosso time.  Parecia que estávamos no fim do mundo. Em 1982, depois de mais um título no brasileirão, fomos eliminados na Libertadores pelo Penãrol do Uruguai em pleno maraca lotado, com um gol de falta de Jair ex Inter, o 1 x 0 teimoso não saiu do placar, dias depois perdemos a decisão do carioca para o Vasco, 1 x 0 gol de M.Antonio Rodrigues, podem ter certeza, as duas derrotas deram o que falar, foi mais uma grande comoção. Em 1983 eliminação na Libertadores para o Bolivar da Bolívia em pleno Maracanã, com troca de treinador, saiu Carlinhos e entrou o motivador Carlos Alberto Torres, que nos levou ao título do brasileirão 1983. Outras derrotas como o gol de Cocada em decisão contra o Vasco em 1988, o gol irregular de Maurício que tirou o Botafogo de longa fila sem títulos e por aí vai. 

É natural o desapontamento pela desclassificação na Libertadores, seria absolutante supreeendente se acontecesse diferente, mas nada está irremediavelmente perdido.  Com alguns ajustes, a volta de contundidos e algumas contratações pontuais, a temporada de 2017 ainda poderá vir a ser, altamente vitoriosa para o nosso amado Flamengo....SRN

 

 

 

Mudança no sistema de comentários
Não é mais necessário fazer login no site Flamengo RJ para comentar. Agora você precisa entrar no sistema de comentário abaixo com uma das opções de login disponível.