| Futebol

Setembro tem “cheirinho” de Flamengo

flameng - Setembro tem “cheirinho” de Flamengo

O Campeonato Brasileiro de 2016 vem sendo um dos mais disputados da era dos pontos corridos e, já no returno, ainda tem seis equipes sonhando com o título. O líder é o Palmeiras e a torcida do Verdão está empolgada com a boa fase do time. Mas é outra grande torcida que tem grandes expectativas com as próximas rodadas da competição.

O Flamengo está a três pontos do primeiro colocado e é o time que mais se reforçou nos últimos tempos, trazendo jogadores Diego e Leandro Damião. Não bastasse isso, terá um mês de setembro bem interessante para embalar no nacional. Serão cinco jornadas que vão ajudar a afunilar a luta pela taça.



O Verdão é o líder e tem a tabela mais complicada em um futuro breve. Serão quatro clássicos, dois locais contra o Tricolor e o Timão. Os paulistas ainda enfrentam o Grêmio, no Sul, que deverá jogar as últimas chances para se manter na disputa. Mas o grande jogo será contra o Flamengo, provavelmente valendo a primeira colocação do BR16. Vai ser um embate de gigantes.

É o time que tem a tabela mais “aprazível”. Tem a obrigação de vencer os três jogos em casa e é cumprindo este objetivo que se credenciará como favorito na disputa para o título. Mas, “Flamengo é Flamengo” e sabemos que, nos últimos tempos, são nestes jogos mais fáceis que o time se complica. O grande embate estará no meio desta sequência e se evitar a derrota pro Palmeiras, a situação ainda ficará ainda mais favorável.

O Galo é mais um que pode se aproveitar de setembro pra se colocar no topo. Não que a terceira colocação já não seja um posição privilegiada, mas serão quatro jogos em Belo Horizonte neste período, sem o desgosto Palmeiras da maioria destas partidas serem clássicos. Se fizer a sua parte e contar com alguns tropeços dos rivais, incluindo um empate entre Palmeiras e Fla, pode até chegar em outubro na liderança.

O maior desafio do Timão não são os adversários em si, mas espantar a constante iminência de crise interna. O time perdeu jogadores importantes na janela de transferência, ainda não demonstrou ter reposto à altura e o treinador Cristóvão Borges segue sendo visto com desconfiança, à sombra de Tite. Serão dois clássicos locais, o que deixa a situação muito difícil até para se manter no G4.

O Peixe está sete pontos atrás do Palmeiras e a sequência dos próximos cinco jogos será para ver se a equipe consegue se aproximar dos líderes e se contentará em lutar pelo G4. Se conseguir se aproveitar da fragilidade dos adversários que enfrenta fora de casa, pode chegar com tudo no mês que vem.

Outro que está em uma situação parecida com o Santos, mas com um jogo em casa a mais. O jogo mais decisivo será contra o Verdão na Arena Grêmio, que não só servirá para se aproximar mais na liderança como também para frear o rival. Um resultado ruim neste jogo deve selar o destino dos gaúcho no nacional: a briga por vaga na Libertadores.

Fonte: https://esportes.yahoo.com/noticias/setembro-tem-cheirinho-flamengo-203011573.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.