- O Shakhtar pediu o jogador de volta. Quer que ele se reapresente entre 10 e 15 de janeiro. O treinador novo, que é português, quer conhecê-lo. Assim, ou eles buscam a renovação do contrato dele, que é válido até dezembro de 2018, ou partem para uma venda definitiva - afirmou André Cury, agente do atleta.

Em 2011, os ucranianos investiram € 6 milhões no jogador. Embora a moeda europeia estivesse mais fraca em relação a agora, trata-se de um investimento considerável - e que o Flamengo não pretende cobrir. A ideia da direção rubro-negra continua sendo conseguir a extensão do vínculo de empréstimo. 

- Se for inviável financeiramente, dificilmente ficará. Achamos uma solução no final do ano passado e tentaremos repetir a dose neste ano. Só que o nosso foco, no momento, é o jogo da próxima quarta-feira - analisou o vice de futebol Flávio Godinho.

Internamente, apesar de ainda existir alguma esperança na permanência do camisa 19, o garoto Lucas Paquetá já é apontado como substituto natural no caso de confirmação da saída de Alan Patrick.