| Futebol

Show de Hélio, início arrasador do Fla e reclamações: o pacotão do clássico

Segundo duelo das finais do Estadual do Rio teve ainda Marcelinho Machado com a mão calibrada e torcida vascaína cantando do lado de fora de um São Januário vazio

flameng - Show de Hélio, início arrasador do Fla e reclamações: o pacotão do clássico

O segundo jogo das finais do Estadual do Rio teve quase todos os ingredientes de um grande clássico. A festa só não foi completa, porque Vasco e Flamengo jogaram para um São Januário vazio, uma vez que o clube da Colina não conseguiu obter os laudos de segurança necessários para receber público em seu ginásio. Dentro de quadra, porém, cruz-maltinos e rubro-negros protagonizaram um duelo em alto nível. Melhor para o time da casa, que venceu por 104 a 98, forçando a terceira e última partida, que ainda não tem data marcada para acontecer.

Dentre os destaques positivos estão o armador vascaíno Hélio, cestinha da partida com 36 pontos e o rubro-negro Marcelinho Machado, que fez de tudo para que o Flamengo saísse campeão na noite desta quinta-feira. Assim como no confronto da última segunda-feira, na Gávea, o jogo também foi marcado por muita catimba e reclamações dos dois lados. Ao fim dos 40 minutos, quem mais reclamou foi o Flamengo, em especial Marcelinho, que saiu na bronca com uma suposta falta não marcada em si no último quarto. Confira o pacotão do clássico:


O Vasco errou muito no início da partida, diferentemente do Flamengo, que começou o jogo desta quinta-feira num ritmo alucinante. Com cinco minutos corridos, o time da Gávea vencia por 12 a 0. Vendo a sua equipe ser facilmente dominada, o técnico vascaíno Christiano Pereira pediu tempo e deu uma senhora bronca em seus jogadores. Mais ligados depois da chamada do treinador, os vascaínos reagiram e foram para o segundo quarto perdendo por apenas 26 a 17.



A reação do Vasco coincidiu com o show dado pelo armador Hélio. A partir do segundo quarto, o ex-rubro-negro passou a ditar o ritmo da sua equipe, que foi para o intervalo vencendo por 47 a 44. A boa atuação do armador persistiu pelos dois quartos seguintes. Mesmo tendo a ingrata missão de marcar Marcelinho Machado, Hélio teve fôlego para fazer 36 pontos, com cinco cestas de três e um aproveitamento de 71,43% nos arremessos – 14 tentativas e 10 acertos.




Se pelo lado do Vasco era Hélio quem ditava o ritmo, o mesmo pôde ser dito sobre Marcelinho no Flamengo. Com 27 pontos marcados, o veterano chamou o jogo para si, sofrendo muito com a marcação dos vascaínos, que acabaram sorrindo por último ao fim dos 40 minutos. Revoltado com a não marcação de uma falta no último quarto, Marcelinho deixou a quadra reclamando muito da arbitragem. 



Falando em arbitragem, não poderia faltar catimba e reclamação num Vasco x Flamengo decisivo, que teve até um gato entrando em quadra com a bola rolando (assista no vídeo acima). Ambos os técnicos passaram a maior parte do jogo em pé, pressionando os árbitros. No terceiro quarto, Marcelinho chegou a discutir com defensores vascaínos após sofrer falta. Apesar da tensão, no final do jogo José Neto preferiu não disparar contra a arbitragem, assim como Christiano Pereira, que tratou de apenas analisar o desempenho da sua equipe.




Se o Vasco não pôde contar com a sua torcida no ginásio de São Januário, muitos vascaínos resolveram ir à Colina para acompanhar a partida do lado de fora. Nos dois últimos quartos, os gritos dos cruz-maltinos podiam ser ouvidos de dentro da quadra, ocupada apenas por dirigentes, profissionais da área de apoio e jornalistas. Confirmada a vitória do Vasco, o grito de Casaca puxado pelos jogadores em quadra foi acompanhado pelos torcedores presentes à área externa de São Januário.


Fonte: http://globoesporte.globo.com/basquete/noticia/2016/10/show-de-helio-inicio-arrasador-do-fla-e-reclamacoes-o-pacotao-do-classico.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.