| Futebol

Só falta 2! Mengão se aproxima da marca de 12.000 gols na história

flameng - Só falta 2! Mengão se aproxima da marca de 12.000 gols na história

O 12 muito significativo para o Flamengo. Nenhum jogador do clube que arrasta multidões pelo Brasil com a Maior Torcida do Mundo pode vestir o Manto com este número: ele está eternamente reservado à Nação Rubro-Negra. Nesta quarta-feira (03) – ou nos próximos desafios pelo Campeonato Brasileiro – o Mais Querido pode entalhar mais um belo significado ao numeral, ao chegar aos 12 mil gols em sua história.

Tudo começou com Gustavo de Carvalho, o primeiro jogador a balançar a rede pelo Flamengo, no dia 3 de maio de 1912, contra o Mangueira. Naquele mesmo jogo, ele marcou mais quatro vezes e saíram os primeiros 15 gols da história do Rubro-Negro, que goleou o adversário sem piedade (15 a 2). Artilheiro daquela partida, Gustavo ainda foi presidente do clube, de 1939 a 1942, período em que o Mais Querido conquistou os Campeonatos Cariocas de 1939 – o primeiro estadual da Era Profissional – e de 1942 – primeiro título do primeiro tricampeonato estadual.

Entre as marcas expressivas, o ex-jogador Beto cravou o nome na história rubro-negra em 04 de julho de 2001, ao marcar o terceiro gol contra o Cruzeiro, pela Copa dos Campeões. Além de sacramentar a vitória do Flamengo, o meia anotou o gol de número 10.000.

Na última partida disputada pelo futebol rubro-negro, Paolo Guerrero e Marcelo Cirino foram os autores dos gols 11.997 e 11.998, respectivamente, marcados contra o Coritiba, na vitória do último domingo, pela 17ª rodada do Brasileirão. A próxima rodada será nesta quarta-feira (03), na Arena Pantanal, em Cuiabá, contra o Santos – o único clube brasileiro a chegar na marca dos 12 mil gols.

Entre o primeiro e o último tentos marcados, estão 6.021 jogos e 3.174 vitórias, que levaram a 34 títulos cariocas, seis brasileiros, uma Libertadores, um Mundial. Mas pode-se dizer que o maior título não caberia nem na maior das salas de troféus: uma torcida com 40 milhões de apaixonados conquistados pela magia rubro-negra.

A contagem considera partidas de Torneio Início, amistosos, mas não leva em conta os resultados de partidas “W.O.”. O levantamento é do Fla Estatística. Abaixo os critérios.

Critérios da contagem:

Estatísticas:

Jogos: 6.021
Vitórias: 3.174
Empates: 1.407
Derrotas: 1.439
Gols marcados: 11.998
Gols sofridos: 7.212

JOGOS OFICIAIS: Consideramos na estatística oficial de jogos aqueles em que o time do Flamengo entrou em campo obedecendo os critérios da FIFA. Mesmo quando há uma das restrições citadas abaixo, consideramos como jogo oficial do clube.

1ª Restrição: Jogos disputados em torneios que tinham jogos com duração menor que 90 minutos. Como exemplo, temos o Torneio Início e alguns torneios disputados na Europa e América do Sul. Mesmo não seguindo as determinações oficiais da FIFA, consideramos estes jogos oficiais , pois faziam parte de torneios realizados por Federações/Confederações/Entidades locais oficiais e quando o C.R.Flamengo se sagrava campeão, o título era considerado na lista oficial de títulos do clube.

2ª Restrição: Jogos que tiveram resultado W.0, pois faziam parte de campeonatos oficiais organizados por Federações/Confederações/Entidades locais oficiais tanto que os pontos desses jogos eram considerados na tabela. Apenas não são considerados os placares que eram dados em favor dos times que venciam. Por exemplo: alguns regulamentos consideravam o vencedor por W.0 como vencedor pelo placar simbólico de 2 x 0. Exemplo: Taça Libertadores da América de 2002 – Flamengo x Olímpia (Paraguai). Sendo assim estes “gols simbólicos” não estão incluídos nos gols pro e contra das respectivas tabelas de estatística. Estão apenas incluídos o jogo, a vitória ou a derrota.

3ª Restrição: Não são considerados na contagem dos gols marcados e sofridos, aqueles marcados em decisões por pênaltis. Somente aqueles marcados durante a realização do jogo (incluindo tempo normal + prorrogação).

4ª Restrição: Nos jogos que tiveram prorrogação, consideramos o resultado final como o oficial. Como exemplo, temos um jogo entre Flamengo e América em 1994 pela Copa Rio do “Caixa D’Água”, quando o Flamengo venceu por 3 x 2 nos 90 minutos, mas foi derrotado por 1 x 0 na prorrogação. Foi considerado então o resultado de 3 x 3, entrando na estatística como empate. Outro exemplo ocorreu na decisão do Torneio Colombino, na Espanha, quando o Flamengo empata por 0 x 0 nos 90 minutos e vence por 1 x 0 na prorrogação. Na estatística foi considerada a vitória do Flamengo por 1 x 0.

5ª Restrição: Na estatística oficial Geral e no Campeonato Estadual do Rio de Janeiro de 1998, temos uma diferença de 1 jogo a mais que o somatório do número de vitórias, empates e derrotas. Isto ocorreu devido ao inédito W.O duplo que houve em um Fla x Flu em 1998, se tornando assim impossível computar a vitória para qualquer um dos dois clubes, porém como consideramos o fato do jogo fazer parte do Campeonato Estadual e entrar no número total de jogos, consideramos este jogo na estatística.

6º Restrição: Nos torneios e Jogos organizados por Federações/Confederações/Entidades locais oficiais onde o C.R.Flamengo deveria se apresentar com seu time titular porem devido a coincidência de datas, teve que se fazer representar por um time misto de reservas e jogadores de categorias de base ou até em alguns casos, jogadores emprestados temporariamente por outros clubes exclusivamente para aquele jogo/torneio; também consideramos oficiais devido a competição ser oficial, não implicando o fato do time ser o principal ou não. Como exemplo, citamos: Torneio Municipal de 1951 , Copa Rio de Janeiro disputada na década de 90, Torneios Extra do Rio de Janeiro 1938 – 1941 – 1952 – 1958, Campeonato Estadual 2002 – 1ª Fase e alguns Jogos Amistosos.

Fonte: Site Oficial Flamengo

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.