| Futebol

SÓ NO GOGÓ

"MENGON"

flameng - SÓ NO GOGÓ

Da mesma forma que não me abalei com as derrotas em TREINOS, não chego a sair soltando foguetes com goleadas contra equipes tão fracas. Acho que temos um bom teste hoje, e outro no domingo, para termos uma idéia mais consistente sobre o funcionamento da nossa equipe.
A vantagem de se ter um elenco farto, qualificado e UNIDO, é que quem entra vai fazer o possível pra não sair. O cara sabe que, se der chance, pode ficar um bom tempo esquentando o banco.

Com a chegada do Renê, temos até mais de duas boas opções para cada posição (exceção ao nosso gol), formando um elenco forte, absolutamente dento das nossas possibilidades e cercado de uma estrutura que não fica devendo a nenhum outro clube no país. Até mesmo um estádio para chamar de “nosso” nós teremos este ano.

Se tudo isso não significa necessariamente garantia de títulos, pelo menos, mostra que estamos absolutamente capacitados a conquistá-los. 
Garantia de título, amigos, só se o responsável pelas arbitragens fosse “simpático” a nós, como anualmente é para os clubes da Federação do Estado de onde saiu para assumir a CBF.

Títulos, os decididos dentro de campo, dependem de uma série de fatores. Do estado físico de jogadores fundamentais, do ambiente no grupo, da relação desse grupo com o treinador, da compreensão das táticas propostas e até mesmo de uma boa dose de sorte.
A mesma (IMENSA) sorte que os nossos Gestores deram, ao se desfazerem do MAIOR craque do nosso elenco e o seu substituto já chegar aqui correspondendo.

Confesso a vocês que cheguei a pensar em pegar a tesoura para picar em mil pedacinhos minha carteira de Sócio Torcedor, quando soube da venda do Jorge pelo valor divulgado, tamanha a sensação de revolta e decepção que senti. Na minha visão, naquele momento, vender nossa maior revelação em um ano TÃO importante para nós, era mentalidade de uma Direção mais preocupada com cifras do que com conquistas e não mereciam mais ver a cor do meu dinheiro.

Optei por contar até dez, respirar fundo, aceitar o convite de minha mulher para ir ao cinema, relaxar e ficar esperando pela estréia do seu substituto. Só mesmo depois de assistir ao belíssimo desempenho deste, consegui analisar a situação com mais frieza e passei a encarar essa perda mais conformado. Agora é torcer para ele manter o nível e apagar de vez qualquer chance do meu mau humor voltar.

Por enquanto, meu humor vai muito bem, obrigado, graças ao desempenho de dois outros Gringos. Mancuello vem mostrando tudo que se esperava dele e as férias parecem ter feito muito bem ao Guerrero. Fora isso, Diego parece ter começado 2017 no mesmo ritmo que terminou o ano passado, Pará continua caprichando nos cruzamentos e o Zé Ricardo vem testando alternativas diferentes de jogarmos, o que é bastante animador.

Como parece que já encerramos o ciclo de contratações, minha expectativa neste momento fica direcionada mais para Ilha do Governador do que para qualquer outro lugar. A ansiedade é ENORME por ver um estádio TODO pintado de vermelho e preto, com um gramado perfeito, e pronto para receber nossos torcedores.

Só que, da mesma forma que me empolga jogar em uma casa com a nossa cara, me preocupa também.
O clube está fazendo um tremendo esforço no sentido de contornar a ausência do Maracanã, e evitar as desgastantes viagens, mas, para que isso nos traga benefícios reais, É MUITO importante que a nossa torcida contribua, mostrando o comportamento exigido em competições internacionais.

NÃO PODEMOS correr o risco de perder mandos de campo, porque um imbecil descontrolado resolveu atirar algum objeto no gramado. A Comebol não nutre a menor simpatia por clubes brasileiros e teria o maior prazer em nos punir, nos deixando sem opções na cidade e nos obrigando a ter que viajar pra jogar.

Tanto a proximidade do gramado, como os setores sem cadeiras, a inclinação maior das arquibancadas e a ausência de grades que prejudicam a visão, são características idealizadas para nos permitir maior pressão nos adversários. Mas essa pressão PRECISA ser exercida UNICAMENTE através do GOGÓ, como sempre soubemos fazer melhor do que NINGUÉM.

Libertadores é uma competição MUITÍSSIMO complicada; depois de MUITOS, anos temos chances reais de vencê-la e não podemos prescindir de nada que nos favoreça. Especialmente de um CALDEIRÃO Rubro-Negro, onde poderemos soltar nossos gritos de guerra tão próximos, a ponto de intimidar nossos adversários.

PRA CIMA DELES, MENGÃO !!!

 

PS: Essa coluna é dedicada a um dos maiores amigos que fiz aqui e que foi prematuramente para o andar de cima. JULIO TERROSO foi uma das pessoas mais gentis, inteligentes e rubronegras que tive o prazer de conhecer. Vá em paz, meu amigo, e torça por nós lá de cima.


Comentar pelo Site

1378 Comentários
image

GildoHá 10 dias

Confesso que fiquei um pouco triste agora ao ler que o nosso patrocinador pode patrocinar também o Corinthians. Se brincar dão um bolo na gente como foi com a CAIXA. (__http://www.flahoje.com/2017/02/nelio-diz-que-flamengo-pode-contar-com-a-carabao-para-contratar.html__)

image

RalphHá 10 dias

Dar o bolo? Caixa deu bolo na gente? Pelo que sei a Caixa manteve o valor para todos os clubes.

image

GildoHá 10 dias

Me refiro a isso, Ralph : (__http://epoca.globo.com/vida/esporte/noticia/2016/04/renovacao-de-patrocinio-da-caixa-ao-corinthians-gera-irritacao-no-flamengo.html_)

image

RalphHá 10 dias

Esse papo de que a diretoria do Fla ficou irritada é conversa de revista. Diretoria negocia e eles são bons nisso. Ficar com inveja e irritação é coisa desses clubes paulistas. Toda grande empresa visa potencializar o maior número de clientes. Claro que eles não querem ficar só num clube. Se tem grana para patrocinarem mais eles farão. Não vejo problemas. Podem patrocinar o Fla com maior ênfase e outros clubes em partes na camisa. Não vejo preocupação.

image

GildoHá 10 dias

O problema é se for o contrário, patrocinar o Corinthians com maior enfase e o Flamengo em segundo plano. Gostaria de ver o Flamengo um dia com patrocinador exclusivo e forte, aí sim ninguém ia quebrar nossa hegemonia futuramente.

image

RalphHá 10 dias

"Thalles diz que 'semifinal é guerra'". Então, vamos ver bacalhau. Time pequeno sempre leva seus jogos contra time grande como o jogo da vida.

image

Fernando LemosHá 10 dias

Certamente o nefasto já está envenenando a mente de seus pupilos,;...SRN

image

RalphHá 10 dias

Na verdade, para eles será guerra porque vencer o Flamengo levantará a moral e acalmará a torcida que ficará na espera e iludida da vinda do Luis Fabiano.

image

AlainHá 10 dias

Ralph então o Eurico mais uma vez lançou mais uma de suas bravatas? Dessa vez eu tenho até vergonha de admitir mais acho que ele tinha razão, mais eu ja imaginava que isso não passava de uma bravata,essa decisão de torcida única é coisa de gente que não entende absolutamente nada de futebol e querem acabar com o que sobrou dele, um caso de assassinato onde quase uma semana depois ninguém descobriu absolutamente nada e como medida para solucionar o caso surge essa de torcida única só no Brasil.

image

Vamos ser Campeão 2017Há 10 dias

boa noite ! como disse antes : Flamengo vai ser o time a ser batido esse ano .

image

FlanáticoHá 10 dias

Galera, acho que chegou a hora de nosso clube ter um time B oficial... essa questão da base precisa ser levada a sério... infelizmente nosso calendário é apertado e muito em breve começa liberta, brasileiro e copa do brasil... vai ficar muito complicado escalar os moleques, visto que nosso elenco é grande... a solução que eu vejo é a criação de um time B, como fazem os times da europa... pq é inaceitável termos jogadores novos inativos justamente no momento que eles precisam jogar para evoluir tecnicamente e crescer na profissão... poderíamos criar um time B, onde jogariam os moleques da base recém subido, jogadores que não estão sendo muito aproveitados e destaques do sub 20... o time poderia jogar pelo país e tenho certeza que ainda faria uma grana com bilheteria e transmissão, pq eu teria interesse em assistir TODOS os jogos desse time B e tenho certeza q muitos outros rubro negros tb... o custo benefício com certeza seria excelente, visto que o salário os jogadores recebem de qqr forma, jogando ou não, a diferença é que eles estariam jogando o ano inteiro, nós poderíamos acompanhar de fato como estão evoluindo os moleques... acho uma idéia totalmente válida... pois não vejo outra solução, sendo que muito em breve nosso clube terá ainda mais dinheiro, contratará ainda mais jogadores já consagrados, a base terá cada vez menos espaço... assim eles teriam um time B para atuar, que inclusive serviria de vitrine para jogadores que hoje estão ociosos...

image

RalphHá 10 dias

"infelizmente nosso calendário é apertado e muito em breve começa liberta, brasileiro e copa do brasil.". Esse é o problema. Onde jogaria este time B o ano inteiro se o calendário é apertado, com os estádios agendados nos fins de semana e meio de semana? TV não se interessaria em time recheado de juniores e jogadores medianos. Os estádios pequenos também estão agendados para série B e C e a D. Não é tão fácil assim. Contra quem jogaria? Maioria dos times serie A,B e C estão ocupados com suas competições. Série A deve começar em maio, série B também, série C normalmente final de maio, série D em junho. Jogaria contra times amadores no interior? E o custo de viagem, estadia, o time anfitrião bancaria? Calendário na Europa é bem mais light e permitiria isso, mas aqui com essa miscelânea de competições. Teriam de reunir os clubes, CBF e federações para revisarem o calendário.

image

FlanáticoHá 10 dias

Mano, é totalmente viável e lucrativo possuir um time B... se fosse algo depreciativo os maiores clubes do mundo não teriam um time B... é que vc não sabe como funciona, time B joga divisões menores, joga série D, C, B... amistosos também seria totalmente viável, que clube nacional não gostaria de fazer um amistoso contra nós... e vc não está levando em consideração o dinheiro que entra, apenas o dinheiro q sai... enfim mano, pode não ser fácil, mas não quer dizer que seja negativo... nada é fácil no clube.. só que existem vários exemplos pelo mundo de times B que rendem muito bem e tem todo o lado positivo q já falei

image

FlanáticoHá 10 dias

E mesmo se for inviável manter um time B jogando o ano inteiro, a direção de futebol poderia marcar pelo menos UM amistoso mensal para os jogadores que não são aproveitados jogarem... mas não amistoso na gávea, que é praticamente treino, estou falando de JOGO... colocar os moleques para jogar pelo menos UMA vez por mês em amistoso. Seria uma solução que eu já até falei pra vc... pelo menos isso seria completamente viável e "fácil" de fazer.

image

RalphHá 10 dias

"é totalmente viável e lucrativo possuir um time B". Como pode afirmar isso em termos de Brasil? Me explica como agendaria um estádio fora dos dias de jogos. Um estádio tem custo e manutenção, para um jogo ser viável e teria de ter público suficiente para bancar pelo menos a manutenção. Como vc garante que vai ter público suficiente? "que clube nacional não gostaria de fazer um amistoso contra nós". Vc acha que um clube de série A, B, C em pleno campeonato perderia dias de treino para marcar amistoso? Imagine que seu time jogue quarta e domingo. Aí na semana seguinte vc tem jogo só no domingo, vai perder esses dias para um amistoso sabe-se lá onde, no meio da semana? Então, vai que ponha time reserva contra o seu time B, vc garante que o público vai comparecer? Eu estou levando sim em consideração o dinheiro que entra. Alguns empresários negociam jogos. Vc teria de convencê-los que seria viável, caso contrário não arrumaria nada. Então, vc fala em pelo menos um amistoso por mês. Pode até ser, mas cairia no mesmo problema de convencer os empresários que agendam jogos de que seriam de interesse do público. Lembrando que os garotos do sub-20, sub-17 tem os campeonatos brasileiros paralelos com os profissionais. O sub-20 começa em maio e o sub-17 em final de março. Nem eles teriam tempo. Não misture com o calendário europeu que é bem diferente do nosso e por isso há espaço para times B. Para ser viável aqui teria de haver uma mudança de calendário e isso teria de ser combinado com clubes, Federações e CBF como eu disse antes. A ideia é boa, mas precisa disso.

image

Fernando LemosHá 10 dias

Flanático, antigamente existia o campeonato de aspirantes, uma categoria já profissional que aproveitava os jogadores jovens da base que estouravam a idade, isso acabou. Em 1970 fomos os últimos campeões de aspirantes. Hoje não creio que pudessem retornar com essa categoria, os clubes pequenos sequer podem manter um pequeno elenco durante alguns meses. Mas certamente, um time B do Flamengo poderia ser atração em diversas praças do país. Há quanto tempo o Flamengo não joga no Acre, Rondônia e diversas cidades do imenso interior deste Brasil de dimensões continentais. Acho sim, que poderia ser bem viável...SRN

image

RalphHá 10 dias

Não tenho certeza mas acho que no Brasil não é permitido colocar dois times disputando várias séries.

image

RalphHá 10 dias

Não sei Lemos. Praças de poucos jogos como Acre, Rondônia talvez fossem viáveis, mas os sub-20 também tem seus jogos no brasileiro. Além disso será que haveria público interessado em ver um time do Flamengo sem nenhuma estrela? Há toda a infraestrutura de viagem, acomodação. Acho a ideia interessante como disse, mas não tenho certeza se seria viável, a não ser que mudança esse calendário maluco.

image

Fernando LemosHá 10 dias

Caro Alain, lá atrás essa experiência foi exitosa, haviam excursões de times alternativos em diversas cidades do interior, os tempos são outros é certo, mas como sugeriu o Ralph, poderiam fazer um estudo de viabilidade. As cotas não seriam nem pra dar lucro, mas sim sustentar o projeto. Hoje até o time de veteranos, consegue ser atração em diversas praças do país, eles excursionam e ainda conseguem levantar uma graninha. Andrade, Adílio, J.César Uri-Geller, Nunes, Charles Guerreiro e cia...SRN

image

Fernando LemosHá 10 dias

Caro Alain, um estudo de viabilidade sugerido pelo Ralph, seria super interessante. As cotas dos jogos poderiam não visar um grande lucro, mas pelo menos sustentar o projeto. O time de veteranos do Flamengo viaja por esse Brasil a fora, Andrade, Nunes, Adílio, J.C Uri-Geller, Lico e cia, ainda conseguem levantar uma graninha...SRN

image

Fernando LemosHá 10 dias

Caro Ralph, esta questão levantada agora pelo Flanático, já surgiu aqui no FlaRJ há algum tempo, O Brasil é muito grande, com cidades médias e pequenas nos mais variados estados , lugares esses que o Flamengo jamais de exibiu. O garotos escalados seriam os que tivessem "estourado" idade nos juniores, outros poderiam ser reservas, jogadores suspensos ou que tivessem voltando de contusão. Um bié bié Brasil como se fazia antigamente, nos anos 50 e 60 essa experiência já foi usada com sucesso...SRN

image

FlanáticoHá 10 dias

Fernando, já me contaram sobre esse time de aspirantes... na verdade meu pai me falava que a primeira vez que viu o Flamengo jogar foi o time de aspirantes... e penso da mesma forma, o país é enorme, temos torcida no país inteiro... além de fazer os jogadores não aproveitados jogarem, poderiam ter várias iniciativas do marketing, do sócio torcedor etc.. tem VÁRIOS pontos positivos

image

Fernando LemosHá 10 dias

Minha postagem em resposta ao Alain entrou no lugar errado, pensei que nem tinha entrado e escrevi outra vez com outras palavras....

image

AlainHá 10 dias

Lemos realmente um estudo detalhado ajudaria bastante nesta questão, agora as mensagens do site estão completamente fora de ordem...

image

RalphHá 10 dias

Se há realmente esse interesse nas praças de menos jogos pelo Flamengo com time B, de jogadores não aproveitados, poderia ser sugerido a diretoria um estudo de viabilidade. Como iniciativas de marketing poderiam incentivar os jovens desses interiores, talvez pudesse criar escolinhas nestas praças ao mesmo tempo dos jogos. Meu pai também falava dos aspirantes.

image

Fernando LemosHá 10 dias

Caro Flanático, seção nostalgia, só pra ilustrar vai aqui o time do Flamengo último campeão de aspirantes em 1970 Ubirajara Alcântara, Marcos, Marins, Washigton e Tinteiro, Odélio e Chiquinho do Leblon, Caio Cambalhota , Adãozinho, Michila e Mário Sérgio. O M.Sérgio é esse mesmo que infelizmente faleceu no trágico acidente da Chapecoense....Vi muito esse time jogar, nas preliminares do maraca e na Gávea...SRN

image

FlanáticoHá 10 dias

Fernando, perfeito mano... é isso mesmo, jogadores da base que não tem mais onde jogar... não tem idade para a base e não tem espaço no time principal... podemos pegar como exemplo o Ronaldo.. passou ano passado inteiro sem jogar uma partida profissional sequer... se existisse um time B ele jogaria por esse time e todos nós saberíamos exatamente como ele está jogando... isso resolveria a base mano... pq os jogadores que se destacarem no time B, naturalmente serão aproveitados no time A, quem não render será negociado mais facilmente pq está jogando, está ativo e na "vitrine"... a princípio eu não vejo um ponto negativo sequer...

image

Fernando LemosHá 10 dias

Sim Ralph, um estudo de viabilidade, creio que seria uma boa ideia. SRN

image

FlanáticoHá 10 dias

Fernando, mano eu sempre falo que nasci na época errada... queria ter nascido pelos anos 40 pra pegar tudo isso do nosso clube em idade boa... pegar o maraca quando era de fato maraca... viver o rio de janeiro dessa época deve ter sido mesmo memorável mano...

image

Fernando LemosHá 10 dias

Caro Flanático, infelizmente algumas coisas não voltam mais, a tradicional e pitoresca geral é uma delas, na realidade elitizaram o Maracanã. Vi muito jogo na geral, local de menor índice de violência no estádio. Aquele futebol romântico de outras ocasiões ficou no passado, hoje existe um profissionalismo desenfreado, que na maioria das vezes, tira a pureza do singelo gesto de se torcer por um time de futebol SRN.

image

AlainHá 10 dias

Acho que nem sei se é viável isso, boa ideia de fato é, mais nesse calendário brasileiro? Onde clubes fazem um "planejamento" de 3 meses pq depois não tem mais campeonatos para jogar, em outras palavras que tipo de time jogaria contra o time b?Seria em tese os times locais? pq repito na esmagadora maioria das regiões os times só jogam por inacreditáveis 3 meses, chegando ao fato que esses times seriam uma espécie de catadão??Tudo isso é teoria, até achei interessante a ideia, mais as federações ajudariam?? A do Rio eu sei que não e as outras?

image

Fernando LemosHá 10 dias

Caro Flanático, que saudade do velho maraca, lotado com a Nação Rubro-negra engalanada....mais 150, 160 , 170 mil torcedores do Flamengo fazendo a festa, numa quarta-feira a noite contra um pequeno 50 mil torcedores. Hoje encolheram o velho maraca, com 50 mil está lotado mente a mídia. Até a PM determina o número máximo de torcedores...Infelizmente....SRN

image

FlanáticoHá 10 dias

E mano, sinceramente acho que muitas coisas boas do passado precisam ser revisitadas... cada vez mais o "progresso" forçado retira o "espírito" do esporte para colocar no lugar um "produto" sem vida e caríssimo... a geral do maraca é o maior exemplo do que estou falando... infelizmente hoje não há como fugir da questão "lucro"... mas, como disse, muitas coisas boas do passado dariam lucro hoje.. no caso do time B, imagina o jogo a ingressos a preços populares? o povo ia fazer a maior festa mano... em regiões mais afastadas iriam até torcedores de outros times... poderíamos fazer promoções para sócios torcedores da região... e quem sabe, muito quem sabe... o jogo poderia ser transmitido e vendido cada jogo em separado pela própria FLATV... não precisaria ser nada "extremamente" impecável, mas sim algo mais simples... porém rentável...

image

Wellington TadeuHá 10 dias

Neste momento, em jogos OFICIAIS, o MENGÃO é o ÚNICO dos doze grandes clubes brasileiros com 100% de aproveitamento (mesmo já tendo jogado com time RESERVA, como também fizeram alguns outros clubes). Como as apresentações do time ainda DEIXAM A DESEJAR, talvez para alguns isso NÃO valha de nada. Entretanto, há bem pouco tempo, o Flamengo foi taxado como um time que estava “se acostumando a PERDER”; portanto, “VENCER” parece ser algo importante. EU, como RUBRO-NEGRO, estou gostando de VENCER!!!

image

Fernando LemosHá 10 dias

Caro Wellington Tadeu, até agora tudo dentro do script, o time ainda sendo ajustado, com o treinador ZR tirando suas conclusões. Também tenho gostado do que tenho visto. Lamentar apenas o oportunismo de um ex dirigente, que aproveitou uma derrota num jogo-treino para tentar cunhar esta frase...SRN

image

Wellington TadeuHá 10 dias

Caro Lemos, muito bem observado: "tudo dentro do script". O que eu estou percebendo, neste início de temporada, é que TODOS no Flamengo (Técnico, Comissão Técnica, Departamento de Futebol, Diretoria, etc.) estão tentando "MINIMIZAR os erros do passado". Os resultados podem NÃO estar aparecendo, AGORA; e, eventualmente, podem NÃO ocorrer plenamente, no FUTURO; mas, o APRENDIZADO e o ESFORÇO de todos está ocorrendo. SRN!

image

RalphHá 10 dias

Alguns times estão começando a viver seus infernos astrais com a torcida, enquanto nós estamos no caminho certo. Não me iludo com os números de estatisticas, achando que está tudo bem, mas vejo com bons olhos o aproveitamento do time nos jogos. O time começa o ano sem atropelos, dentro do planejado e mesmo com a venda do Jorge, diretoria foi rápida em repor com qualidade. O tão badalado SP, que a mídia está começando a criar, tropeçou no poderosíssimo Mirassol, então não há como não ficar esperançoso com nosso time.

image

Wellington TadeuHá 10 dias

*... mas, o APRENDIZADO e o ESFORÇO de todos ESTÃO ocorrendo.

Carregar mais