Francisco sofre de AME (Amiotrofia Muscular Espinhal), uma doença genética degenerativa que ataca seus neurônios motores, sendo fatal para seus portadores por volta dos 2 anos de idade. A descoberta de um novo tratamento nos Estados Unidos, no entanto, deu esperanças para a família, mas como a ANVISA ainda não autorizou a comercialização em solo brasileiro, a importação dos remédios custará R$ 3 milhões

Dispostos a arrecadar a quantia, os pais do jogador lançaram uma campanha em vários sites de financiamento coletivo. A AME Francisco também já recebeu suporte dos jogadores do elenco do Fla e de Rubens Barrichello - a expectativa é que se arrecade uma boa quantia com o leilão de camisas oficiais do rubro-negro e do piloto

É possível contribuir para a campanha em vários canais. Além do financiamento coletivo no site ​Vakinha e do sorteio das camisas no ​Rifa Tudo, é possível entrar em contato com a família do menino pelo ​Facebook

Força, Francisco!

​​