| Futebol

STJD avalia denúncia contra o Inter por falsificação e autor pode ser suspenso por 720 dias

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva vai se posicionar na próxima segunda-feira sobre o ofício enviado pela CBF, mas deve oferecer denúncia contra o Internacional e enquadrar o autor da suposta falsificaçãono no artigo 234 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. A pena é de até 720 dias de suspensão para a pessoa, não o clube. O procurador Felipe Bevilacqua confirmou o posicionamento na próxima semana.

Nesta sexta-feira, a CBF comunicou ao tribunal que os e-mails que vazaram com uma suposta conversa entre diretor de Registro e Transferência da CBF, Reynaldo Buzzoni, e o Vitória, sobre o caso do zagueiro Victor Ramos, seriam falsos. O Inter usou o suposto documento para entrar com pedido de irregularidade do atleta e evitar o rebaixamento no Brasileiro.

A notícia sobre os emails falsos foi divulgada pelo jornalista Marcio Martins, da rádio Itapoan FM.

A procuradoria do STJD tomou conhecimento através de ofício da CBF, que alegou que “trata-se de documentação não verdadeira, inteiramente desprovida de fé”. Diz o artigo 234:

“Falsificar, no todo ou em parte, documento público ou particular, omitir declaração que nele deveria constar, inserir ou fazer inserir declaração falsa ou diversa da que deveria ser escrita, para o fim de usá-lo perante a Justiça Desportiva ou entidade desportiva”.

A pena é: suspensão de 180 (cento e oitenta) a 720 (setecentos e vinte) dias e eliminação na reincidência.

O Internacional diz que os documentos não são falsos.

O STJD já havia decidido arquivar o pedido do Inter para reabrir o caso Victor Ramos.

Fonte: http://extra.globo.com/esporte/flamengo/stjd-avalia-denuncia-contra-inter-por-falsificacao-autor-pode-ser-suspenso-por-720-dias-20621141.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.