| Futebol

Sub-17 está na final da Taça Rio e lutará pelo bicampeonato carioca

Garotos do Ninho derrotam Nova Iguaçu por 1x0 e pegarão o Botafogo na final. Equipe pode ser campeã sem a necessidade de jogar a final geral.

flameng - Sub-17 está na final da Taça Rio e lutará pelo bicampeonato carioca

Foto: Staff Images/Flamengo

Quatro dias após abrir boa vantagem na partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil contra o Santos, vencendo na Ilha do Urubu por 5x2, a equipe Sub-17 do Flamengo voltou a campo na manhã deste domingo (15), na Gávea, para mais uma partida decisiva na temporada. Dessa vez, o adversário foi o Nova Iguaçu, em jogo válido pela semifinal da Taça Rio. Donos da melhor campanha da fase de classificação, os Garotos do Ninho voltaram a mostrar sua força, derrotaram o adversário por 1x0 (Yuri) em uma partida muito difícil, e garantiram vaga na final do segundo turno. 

Como foi campeão da Taça Guanabara, o Mais Querido será bicampeão estadual de forma direta caso vença também a Taça Rio, sem a necessidade de disputar a final geral da competição. O adversário será novamente o Botafogo, em reedição da final da Taça Guanabara. Antes, porém, o Rubro-Negro visita o Santos na Vila Belmiro, no jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, na próxima quarta-feira (18) às 16 horas, com transmissão ao vivo do SporTV

Sócio-torcedor tem mais Flamengo em campo: o dinheiro vai para o Futebol e traz mais reforços, revelações e estrutura no CT! Clique e sinta o orgulho de ser sócio-torcedor.    

A primeira chance dos Garotos do Ninho foi aos cinco minutos. A bola sobrou para Wendel dentro da área. Ele bateu forte, mas o goleiro Daniel fez boa defesa e jogou para escanteio. O jogo era equilibrado, e aos 10 minutos Giovane quase abriu o placar para o Nova Iguaçu cabeceando livre dentro da área. Aos 15, Matheus Alves deu belo lançamento para Yuri, que invadiu a área com velocidade e bateu cruzado, levando muito perigo ao gol de Daniel. 

O Mais Querido abriu o placar aos 25 minutos colocando em prática seu excelente jogo de transição, uma das principais características da equipe. Vitor Gabriel recebeu ainda no campo de defesa, conduziu a bola com muita qualidade e velocidade até a intermediária ofensiva e deu passe na medida para Yuri, que bateu cruzado, sem chances de defesa para o goleiro. 

O segundo tempo começou com um lance incrível do ataque rubro-negro, que por muito pouco não aumentou o placar. Aos 6 minutos Wendel chutou, Daniel fez milagre e desviou a bola, que explodiu na trave. No rebote, Vitor Gabriel bateu e o zagueiro Breno salvou duas vezes seguidas em cima da linha. Aos 12, Victor quase empatou para a equipe da Baixada Fluminense, mas a bola passou rente ao gol de Victor Hugo. Aos 16, mais uma ótima chance para o Mais Querido. Teo tocou para Vitor Gabriel, que dividiu com o goleiro. Na sobra, Yuri tentou de voleio, mas a bola saiu fraca e Daniel não teve problemas para fazer a defesa. 

O Nova Iguaçu voltou a assustar aos 22 minutos. Nathan foi ao fundo e cruzou para Victor, que se antecipou a Henrique e bateu forte para grande defesa de Victor Hugo, que salvou o rubro-negro. O jogo era tenso, e a dificuldade aumentou ainda mais para as duas equipes quando a chuva voltou a cair mais forte na Gávea. Aos 26, Yuri cobrou escanteio, a zaga do Nova Iguaçu bateu cabeça e a bola sobrou para Henrique, que chutou por cima do gol e desperdiçou boa chance. O jogo ficou dramático. Aos 40, Vitor Gabriel ganhou da zaga na imposição física e quase fez o segundo, mas Daniel evitou o gol. Perigoso e lutando bravamente até o fim, o Nova Iguaçu tentou uma pressão nos últimos minutos e chegou a assustar, mas o Mais Querido soube se defender bem e manteve a vitória até o apito final.

"Estamos numa sequência de jogos muito difícil, e o mais importante agora é o descanso e a recuperação entre uma partida e outra. Se isso está acontecendo, é porque jogamos no Flamengo, um clube que tem o DNA vencedor, e estamos aqui para sempre brigarmos por todos os títulos. É com isso que estamos acostumados, e queremos seguir assim. Temos uma comissão técnica muito competente, que nos dá todo o suporte que precisamos. Todo o grupo está de parabéns. Agora vamos virar a chave e focar no Santos e na Copa do Brasil", disse Matheus Alves, que teve grande atuação na partida.

O Flamengo foi a campo com Vitor Hugo, Braian (Teo), Ari, Patrick, Ramon, Henrique (Lucas Gabriel), Matheus Alves, Luan (Rhyan), Wendel, Yuri (Gomes) e Vitor Gabriel (Yuri de Oliveira). Treinador: Marcio Torres. 

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/26151/sub-17-esta-na-final-da-taca-rio-e-lutara-pelo-bicampeonato-carioca

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.