| Futebol

Substituto de Vizeu brilha, e Flamengo vence o Vasco por decisão no Sub-20

Contratado ao Figueirense após a Copinha, Daniel marca de pênalti nos minutos iniciais, e Rubro-Negro joga pelo empate para ser campeão sexta, em São Januário

flameng - Substituto de Vizeu brilha, e Flamengo vence o Vasco por decisão no Sub-20

O Vasco tinha mais jogadores com experiência no profissional, o Flamengo teve um time mais arrumado. Na primeira partida da decisão da Taça Otávio Pinto Guimarães Sub-20, o Rubro-Negro saiu na frente com gol daquele que foi contratado justamente para substituir sua maior revelação na temporada. Daniel chegou do Figueirense já depois do título da Copinha, assumiu a vaga de Felipe Vizeu, e garantiu o 1 a 0 na tarde deste sábado na Gávea. Vantagem em vermelho e preto para decisão na próxima sexta-feira, às 10h (de Brasília), em São Januário.


O gol, marcado em pênalti sofrido pelo próprio, foi o nono do atacante, artilheiro da competição. Em jejum há mais de um ano no profissional, o Flamengo venceu o Vasco pela terceira vez em 2016 na categoria e, de quebra, acabou com a invencibilidade do rival na competição. Agora, o Rubro-Negro joga por um empate para garantir o título. Caso os vascaínos triunfem por um gol de diferença, a partida vai para os pênaltis. Não há critério de desempate por gol fora de casa.

Fla marca no início e administra a partida
   

O Vasco tentou começar a partida no ataque com Evander e Alan Cardoso pelo lado esquerdo, mas nem teve tempo de se impor no campo do adversário. Logo aos quatro minutos, Diogo Hereda saiu jogando errado e a bola caiu nos pés de Daniel, que partiu em velocidade, cortou para o meio e foi derrubado por Raniel. Pênalti cobrado pelo próprio atacante, artilheiro da OPG, com nove gols. A vantagem fez o Rubro-Negro dar campo e bola para o rival e apostar no contra-ataque. Estratégia que quase deu certo ainda antes dos 10 minutos, quando Patrick buscou Gabriel Ramos nas costas da zaga, mas o goleiro Paulo André saiu nos pés do camisa sete para ficar com a bola.  

Com campo para jogar, o Vasco se mantinha no ataque, mas não encontrava espaços para finalizar dentro da área. A solução era apostar nas finalizações de longa distância. Alan Cardoso, duas vezes, e Evander tentaram, mas erraram o alvo. O Flamengo seguia tranquilo. Não tinha a bola, mas administrava as ações da partida. De tanto insistir, os vascaínos finalizaram com Felype Hebert já nos acréscimos, mas Gabriel Batista fez grande defesa: 1 a 0 no intervalo de um duelo equilibrado, mas com o Flamengo mais seguro.

Andrey: travessão e expulsão

O Vasco voltou para o segundo tempo se mandando para o ataque e quase provou do mesmo veneno do primeiro tempo: Daniel recebeu pela direita, invadiu a área e chutou forte, cruzado, e Paulo André fez grande defesa. No lance seguinte, o troco vascaíno foi em bola parada. Felype Hebert subiu mais do que a zaga e cabeceou para o gol vazio, por conta da saída ruim de Gabriel Batista, mas errou o alvo. A pressão dos visitantes continuou com Alan Cardoso, que recebeu dentro da área, limpou, e foi travado no momento do chute.  

O ímpeto ofensivo deixou o Vasco exposto, e o Fla seguiu com a estratégia que ditou suas ações praticamente desde o quinto minuto de jogo: se fechou e apostou no contragolpe. Paulo André, esperto, passou a jogar adiantado e salvou o Cruz-Maltino novamente ao interceptar passe longo de Moraes para Gabriel Ramos. Já na reta final da partida, a melhor chance para os vascaínos: Andrey encheu o pé da intermediária, e o goleiro só olhou a bola explodir no travessão, quicar na linha e a zaga afastar. Nos minutos finais, o volante ainda foi expulso ao receber o segundo amarelo. O Rubro-Negro sai na frente na decisão.

Fonte: http://globoesporte.globo.com/futebol/noticia/2016/10/substituto-de-vizeu-brilha-e-flamengo-vence-o-vasco-por-decisao-no-sub-20.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.